Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Carl Sagan feat. Stephen Hawking - 'A Glorious Dawn' (Cosmos Remixed)

Imagem
Creio que todo mundo já tenha assistido ou ouvido falar da série de televisão Cosmos. Apresentado por um dos grandes divulgadores da Ciência Carl Sagan, a série mostra de um jeito simples a beleza de vermos o Universo com os olhos da Ciência. Encontrei no YouTube um remix da série Cosmos com a “participação especial” de Stephen Hawking (e sua voz sintetizada) nessa mixagem realmente muito interessante. Abaixo a letra da música. [Sagan] If you wish to make an apple pie from scratch You must first invent the universe Space is filled with a network of wormholes You might emerge somewhere else in space Some when-else in time The sky calls to us If we do not destroy ourselves We will one day venture to the stars A still more glorious dawn awaits Not a sunrise, but a galaxy rise A morning filled with 400 billion suns The rising of the milky way The Cosmos is full beyond measure of elegant truths Of exquisite interrelationships

Criança morre por ser “tratada” apenas com homeopatia

Imagem
Felizmente em algum lugar no mundo se faz justiça por irresponsabilidade e/ou ignorância dos outros. Pena que o casal condenado essa semana na Austrália tiveram que matar a própria filha para mostrar não apenas a eles mas ao mundo que estavam errados. A menina Gloria de quase 10 meses morreu de septicemia e desnutrição após um severo caso de eczema. Uma doença tratável pela assim chamada Medicina tradicional. Mas acho que quiseram inovar. Negando os efeitos da medicina tradicional o pai da pequena menina que era médico homeopata decidiu tratar a menina apenas com a homeopatia. A mãe foi junto na onda e durante os quatro meses anteriores ao óbito apenas tratamento homeopático era administrado. Quando a menina apresentou uma úlcera no olho os pais a levaram para o hospital onde veio a falecer dois dias depois. O juíz da Suprema Corte, Peter Johnson disse que o bebê “sofreu desnecessariamente por uma condição que era tratável”. Condenados a no mínimo 10 anos por homicídio culposo,

Os efeitos das mensagem subliminares…

Imagem
    O disco Abbey Road, do The Beatles. O último álbum gravado pelos quatro de Liverpool é um dos clássicos apontados por mostrar supostas mensagens subliminares de que Paul estaria morto (Paul is dead). A placa do fusca ou Paul estar descalço e com as pernas opostas aos dos demais, entre outras coisas. Creio que todas as pessoas já ouviram falar de mensagens subliminuares e na internet fervilha imagens, textos e áudios sobre a invasão das mensagens subliminares na vida das pessoas. Um estudo recente mostrou que mensagens subliminares negativas são mais eficientes que as positivas. A pesquisa comandada pela cientista Nilli Lavie da University College e publicada na revista científica Emotion mostrou que os participantes conseguiram categorizar com 66% de acerto as palavras negativas contra 50% das positivas. As palavras apareciam na tela do computador em uma velocidade muito rápida sendo impossível para o cérebro consciente processá-las. De acordo com os especialistas o cérebro

E o Windows 7?

Imagem
Finalmente parece que a Microsoft está acertando (com algumas mancadas para nós brasileiros (explicarei abaixo)) com o lançamento do fabuloso Windows 7. O grande lançamento do Windows XP em outubro de 2001 causou alvoroço entre as pessoas. Com uma cara totalmente diferente em relação aos Windows anteriores ele visava a interatividade e uma certa beleza (se é que todo mundo se cansa daquela barra azul depois de um certo tempo). O sucesso dele foi maior quando saiu o Service Pack 2 (que muitos consideram uma espécie de novo sistema operacional pois corriu inúmeros bugs e deu novas funcionalidades ao sistema).     Interface do Microsoft Windows 2000 Professional (as versões 95 e 98 são muito parecidas com o da imagem).   Interface do Windows XP Professional. A diferença é nítida. Depois de um certo tempo foi lançado em janeiro de 2007 o moderníssimo Windows Vista. Com uma cara muito mais trabalhada e moderna o sistema ao mesmo tempo conquistou corações e foi odiado. Os defensore

Primeiro post…

Achei que fazer um blog fosse relativamente fácil. Eu não digo a parte em que a gente cria o blog, escolhendo um nome (se é que demorei a dar um nome a esse blog. Todos as URL’s que eu imaginava já existiam), dando uma “cara” a ele e essas coisas. Imaginei que os posts fluiriam normalmente, digo, eles seriam fáceis de escrever pois a temática desse blog é simples: ajudar a difundir os conhecimentos da Ciência, as novidades do mundo tecnológico e, algumas vezes, colocar alguma coisa bem humorada (mas não saindo do contexto do blog). Obviamente material não falta para fazer isso. Mas descobri que apenas isso não é suficiente. Quando terminei de arrumar o blog e disse: pronto! Agora vou escrever… mas, o quê? Ficou a dúvida… pensei em chegar com alguma notícia interessante ou algo do tipo. Mas chegar “chegando” desse jeito é meio estranho. Enquanto martelava sobre o assunto uma luz surgiu: porque não escrever sobre a dificuldade do primeiro post? Quando a gente cria algo a gente já ima