A maçã e Newton…

 

494px-Sir_Isaac_Newton_by_Sir_Godfrey_Kneller,_Bt

"Por que a maçã sempre cai perpendicularmente ao chão?, perguntou-se Newton. Por que ela não se move para os lados, ou para cima, mas sempre em direção ao centro da Terra? Certamente, porque a Terra a atrai. Tem de haver uma força de atração envolvida nisso."

Esse é um trecho que está no manuscrito “Memoirs of Sir Isaac Newton” liberado essa semana pela Royal Society para comemorar seus 350 anos de nascimento (embora ele tenha morrido faz tempo) de um dos maiores gênios da humanidade, o Sir Isaac Newton.

Escrito pelo seu sobrinho (em uma outra publicação eu li que seria seu amigo, portanto não posso confirmar) William Stukeley. Bom, o trecho acima ajuda a entender o talvez um dos maiores insight conhecidos: Newton não fora atingido por uma maçã em sua cabeça mas observou maçãs cairem e se perguntou do por que disso.

O documento pode ser acessado integralmente no site da Royal Society, junto com outras publicações inéditas. Uma versão em 3D, que roda usando o Silverlight pode ser acessado diretamente daqui.

Newton escreveu Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, uma das maiores obras da Ciência, considerado os fundamentos da mecânica clássica com a lei da gravitação universal e suas três leis. De acordo com a Royal Society, Newton foi escolhido como o cientista em que suas ideias tiveram o maior impacto na história.

Martin Rees, presidente da Royal Society, disse que “a biografia é um instrumento precioso para os historiadores de ciência” e assegurou que a internet “permite a qualquer pessoa ver o documento como se o tivesse em suas mãos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário