Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

Economia e macacos...

Imagem
Nós, seres humanos, estamos acostumados a andar com os bolsos cheios de moedas (ou não tão cheios) realizando investimentos que julgamos ser importantes para nossa sobrevivência ou para gerar alguma riqueza para nossa família. O mercado de ações com seus constantes sobe e desce dos gráficos, dores de cabeça e investidores sempre dizendo que estão fazendo a coisa certa. A Economia parece ser uma coisa muito humana, já que somos os únicos que fabricam moedas e damos um valor para ela. Bom, parece. Se ensinássemos os animais a usar moedas para comprar? Laurie Santos, psicóloga da Universidade de Yale fez exatamente isso ensinando macacos prego a realizar compras usando moedas feitas pela sua equipe. O resultado pode ser visto na excelente palestra do TED. Para ativar a legenda em português, vá em "View subtitles" na parte inferior do vídeo. Podemos ver que na sua pesquisa que o comportamento dos macacos em relação a compra não é tão diferente de nós, humano. Nós humanos não

Do nano ao macro, literalmente...

Imagem
É muito interessante a ajuda que a tecnologia nos dá para entender vários conceitos da Ciência. A internet é um ótimo meio de divulgar conhecimento pois podemos agregar não apenas texto mas imagens, sons e vídeo. Todos que lembram da escola e aqueles que ainda mexem com isso sabe que é uma benção usar notação científica. Tentar expressar por exemplo que a carga elétrica do elétron é -1,6.10 -19 coulomb é muito mais fácil do que escrever 0,00000000000000000016 coulomb. Entendeu? Em suma, para cada zero acrescentado, tanto para direita como para a esquerda é aumentado um número na base 10. Você pode expressar o número 100 como sendo 1.10 2 . O mesmo podemos fazer para 0,01. Em notação científica ficaria 1.10 -2 . Os cientistas frequentemente usam seus dados em notação científica já que expressam valores altos em seus experimentos e descobertas. Em 1968 foi lançado um curta de um documentário mostrando a escala de grandeza partindo no nosso conhecido metro e indo até os confins do Uni

Papel amarelo...

Imagem
Minha mãe mostrou essa receita de bolo de cenoura para mim. Me lembrava desse papel quando era mais criança e fazia vários anos que não o via. Foi encontrado depois daquela "geral" que fazemos na casa de vez em quando. Um tanto quanto judiado, o papel de caderno (no qual suas pautas nem aparecem mais) está bem amarelado. Qual é o motivo do papel ficar assim? Como sabemos as folhas de papel atuais são feitas a partir da extração da madeira. A folha é composta basicamente de fibras onde encontramos dois compostos comuns nas árvores. A celulose e a lignina. A celulose é mais conhecida já que constitui a maior parte do peso de uma planta. A celulose confere certa rigidez a mesma. Entretanto, somente com a celulose não seria possível termos grandes árvores, como pinheiros e até sequóias. A árvore se deformaria com o próprio peso. Por isso na árvore é encontrado um outro composto que confere uma rigidez muito maior à planta: a lignina. Acontece que a lignina é uma vilã do papel

Love Evolution...

Imagem
Hoje completaria 202 anos de vida nosso querido vovô Charles Darwin. Graças a sua pesquisa e a publicação de A Origem das Espécies  a grande diversidade da vida não é mais um mistério insolúvel. Vi em Don't Panic que viu em Universo Para Frasear , em seus respectivos Tumblr.

Barbeiro-cirurgião: o médico dos pobres.

Imagem
Cinco dias gelados depois do enterro do seu pai um estranho bateu na porta. -- Você é o jovem Cole? Fez que sim com a cabeça, desconfiado, o coração aos saltos. -- Meu nome é Croft. Fui mandado por um homem chamado Richard Bukerel, que conheci quando estava bebendo na Taverna Bardwell. Rob viu um homem nem jovem nem velho, grande e gordo e o rosto, castigado pelas interpéries, emoldurado pelos cabelos longos dos homens livres, uma barba crespa e redonda da mesma cor avermelhada. -- Qual é o seu nome todo? -- Robert Jeremy Cole, senhor? -- Idade? -- Nove anos. -- Sou barbeiro-cirurgião e procuro um aprendiz. Sabe o que faz um barbeiro-cirurgião, jovem Cole? -- O senhor é uma espécie de médico? -- O homem sorriu. O trecho acima retirei do excelente livro de Noah Gordon, O Físico . O livro conta, bem resumidamente, as aventuras de Rob J. na Idade Medieval. Na primeira parte do livro ele vira aprendiz de barbeiro

A importância dos blogs científicos...

Imagem
"Os blogs de discussão científica estão crescendo e ganhando importância, segundo o editorial. Não somente para a análise científica, mas para tornar esta mais visível e transparente. A adoção de blogs pelo grupo Nature de publicações mostra que tais discussões são levadas a sério por muitos pesquisadores e pelo grupo de editores destas publicações." O trecho acima eu retirei do interessante Quiprona. Atualmente, com a facilidade cada vez maior à informação. Os blogs de divulgação e que analisam artigos científicos (ou seja, o que há de mais atual na pesquisa) estão ganhando cada vez mais peso. Embora o objetivo final de todo trabalho científico é a sua divulgação (incluindo para o público) a internet permitiu que isso acontecesse de modo mais rápido e dinâmico. Contudo sempre tem um lado ruim nessa história: a veracidade da informação. Saber filtrar o que é artigo científico de uma pseudociência às vezes é difícil. Ao lado, depois dos tópicos existe uma seleção de blogs que

Jornada humana e DNA mitocondrial...

Imagem
Correr atrás de nossas origens é uma das coisas que sempre gostamos de saber e fazemos isso em maior ou menor grau. Quando reunimos nossos familares em um belo jantar sempre ouvimos um ou outro perguntar: onde está a tia Cotinha que nunca mais vi? E aquele primo que mora no litoral? Temos uma curiosidade natural em saber qual é o nosso parente mais distante possível que a cabeça de nossos ancestrais conseguem lembrar. A Ciência também tem essa curiosidade. Só que, ao contrário das reuniões em família, a Ciência usa técnicas um tanto diferentes mas que no fundo darão o mesmo resultado: saber nossos parentes mais distantes usando a "memória" disponível em nossas células. DNA mitocondrial O alimento que você ingere vira energia para as células depois que os açúcares* entram na chamada via glicolítica. O final do processo gera muito pouca energia (apenas 2 ATPs**). Tudo isso é que a célula seria capaz de fazer. Só que existe uma artimanha na célula que permite ela produzir mais

Homeopatia e 10^23...

Imagem
"ÁGUA ENGARRAFADA* HOMEOPATIA * Pode ser segura para consumo" "A homeopatia se tornou uma grande indústria e é propagandeada como um tratamento seguro, natural e holístico para várias doenças como artrite, asma, depressão, diarréia, dores de cabeça, insônia etc. Apesar disso, a evidência científica mostra que a homeopatia atua somente como um placebo (fármaco ou procedimento inerte que apresenta efeitos terapêuticos devido aos efeitos fisiológicos da crença do paciente que está a ser tratado) e não há explicação dentro da ciência de como isso poderia ser diferente." O trecho acima eu retirei do excelente RNA M que ajuda a explicar mais sobre a homeopatia e do porque ela não ter base científica para suas supostas curas e melhoras em diversos casos. Clique aqui para ler o restante do post feito por Gabriel Cunha. Além disso, recomendo a leitura do interessante Rainha Vermelha sobre o assunto já que muitos opositores da homeopatia são acusado pelos homeopatas de