Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Linguagem e pensamento...

Imagem
"Estou diante de uma menina de 5 anos em pormpuraaw, uma pequena comunidade aborígene na borda oeste do Cabo York, no norte da Austrália Quando peço para ela me mostrar o norte, ela aponta com precisão e sem hesitação. A bússola confirma que ela está certa. Mais tarde, de volta a uma sala de conferências na Stanford University, faço o mesmo pedido a um público de ilustres acadêmicos, ganhadores de medalhas de ciência e prêmios de gênios. Peço-lhes para fechar os olhos (para que não nos enganem) e apontem o norte. Muitos se recusam por não saberem a resposta. Aqueles que fazem questão de se demorar um pouco para refletir sobre o assunto, em seguida apontam em todas as direções possíveis. Venho repetindo esse exercício em Harvard e Princeton e em Moscou, Londres e Pequim, sempre com os mesmos resultados."O trecho acima eu retirei de uma matéria feita por Lera Boroditsky para a Scientific American. É impressionante, ao ler o texto, como a linguagem molda nosso pensamento e que …

Uma canção para o cérebro!

Imagem
O projeto Symphony of Science - para quem está um pouquinho fora do assunto - utiliza de documentários, entrevistas e palestras de diversos cientistas e pesquisadores para passar um pouquinho de Ciência para as pessoas. Acontece que tudo isso acontece com os cientistas 'cantando' sobre o conhecimento. John Boswell é o responsável por unir arte e conhecimento. Agora acaba sair do forno a nona 'canção' do projeto. Ode ao cérebro mostra as maravilhas e os mistérios que o cérebro humano guarda. Sua complexa estrutura mostra o que a evolução pode conceber pois, afinal de contas, graças a ele que conseguimos sentir, pensar e entender o mundo em que vivemos - e tentar entender o nosso próprio cérebro. Acho isso incrível.

Clique aqui para acessar o site do projeto e baixar a música em .mp3.

Calendário Cósmico 04

Imagem
Até o meados do século XX achava-se que as galáxias estavam distribuídas aleatoriamente pelo Universo mas descobriu-se que as maiores estruturas do Universo estavam dentro de uma estrutura ainda maior: os aglomerados de galáxias.

20 de Março
21:54:43 - Primeiros aglomerados de galáxias...
Equivalente ao tempo real: 3 bilhões de anos

No calendário cósmico, hoje começa a aparecer as maiores estruturas do Universo. Aparentemente, parece que é difícil ver corpos celestes viajando sozinhos pelo véu negro do Cosmo. As galáxias, como a nossa, Via Láctea, não está sozinha distante de outras galáxias. Acredita-se que grandes porções de matéria que deu origem às primeiras galáxias ficassem muito próximo uma das outras o que acabou fazendo surgir os aglomerados.
Nossa própria galáxia está inserida num aglomerado local chamado de Grupo Local. É composta por cerca de 40 galáxias. A mais conhecida do público é a Galáxia de Andrômeda que fica a meros dois milhões de anos-luz daqui.
Com imagem por =amyhoot…

Olhe para o céu noturno...

Imagem
Pegue um grão de areia. Se você erguer esse grão de areia para cima verá que o pedaço do céu que ele cobre contém cerca de 10 mil galáxias!

Agora pare o que está fazendo por alguns segundos e pense nisso...

Com imagem feita pelo Hubble disponível no ON. Veja uma versão maior da imagem clicando aqui.

Terremotos e tsunamis...

Imagem
Na madrugada de hoje (do Brasil, 11 de março de 2011) o Japão sofreu um abalo sísmico de magnitude 8,9 na escala de Richter. O abalo teve o epicêntro 130 quiliômetros à leste da cidade de Sendai. Com o abalo uma onda de altura entre quatro a 10 metros* atingiu em cheio o nordeste do país e fez levantar o alerta de risco das grandes ondas em mais de 20 países.
O professor Dulcídio do blog Física na Veia explicou de uma forma bem simples os cálculos envolvidos para determinar a magnitude de um terremoto e dos tsunamis. Clique aqui para ir ao blog.
Mas porque ocorre esses tremores? Ao contrário do que li em alguns lugares, os terremotos não são consequências do aquecimento global. O aquecimento global é o aumento da temperatura média da atmosfera terrestre e não interfere nos processos geológicos (pelo menos não nesse sentido) a ponto de causar um terremoto. Como podemos ver na imagem ao lado (clique nela para ampliar), a superfície terrestre não é composta de uma só rocha (ou placa). Ela …

Pálido ponto azul (em memes)...

Imagem
Para quem acessa blogs de humor (temos que rir um pouco também, não é?) conhece os famosos memes da internet que são desenhos hilários cheios de expressão. A tira foi baseada num texto feito por Carl Sagan ao ver o planeta Terra visto da sonda Voyager 1 a 6,4 bilhões de quilômetros de distância.

Vi no Sedentário & Hiperativo.

Um clique para a natureza!

Imagem
Um vilarejo da Suíça coberto por uma névoa. No céu, vemos a Lua e o planeta Vênus. Clique para ampliar.
Imagem disponível em NASA.

Cérebros e improvisos...

Imagem
Não sei quanto a vocês mas fico impressionado com a capacidade de rappers e repentistas em criarem trechos de música na hora baseado em, aparentemente, qualquer tema. O que ocorre no cérebro de uma pessoa quando ela está tendo essa explosão de improviso? Quais áreas ficam mais ativas durante um improviso que não ficam quando um rapper está cantando um trecho decorado? Charles Limb é médico e músico e ele se perguntou exatamente isso. Os resultados da sua pesquisa é exibido na excelente palestra que ele fez para o TED. Você já deve ter visto cientistas cantarem não é mesmo? Mas talvez nunca como o Dr. Limb fez no vídeo.

Para ativar as legendas, clique em 'View subtitles'.
Vou ver se eu consigo improvisar algo no nível dos profissionais. Por enquanto vai um trecho que acabei de inventar [batida de Rap mode on]
♫ "É isso aí meu irmão, se liga nessa canção! Eu sou MC Darwin e vim falar sobre Evolução!" ♫
Ignorem por completo o trecho acima [momento o que foi que eu fiz mode on]…