Os mais acessados!

TRÊS! TRÊS ANOS DE VIDA!

Pois é pessoal, hoje o blog comemora três aninhos de vida! Já escrevi muita coisa por aqui (até hoje, quase 300, entre publicados e programados) e sempre estou aprendendo, principalmente com blogueiros que estão na estrada cibernética mais tempo ou que possuem muito mais experiência em diversos assuntos ligado à Ciência, essa bondosa senhora que tem seu registro formal por volta de 400 anos de idade[1].

Para comemorar um pouquinho mais (está sabendo do sorteio? Não? Clique aqui agora!) esses três anos de vida, selecionei aqui para vocês, queridos leitores, as publicações mais acessadas de todos os tempos! Assim, se você deseja saber o que o pessoal anda lendo mais por aqui ou quer rever algum post interessante, essa é a chance! Vamos lá!

Várias publicações da série '9 Meses' estão entre as mais acessadas aqui no blog, entretanto, esse (post 7) é o que mais tem visualizações (considerando que essa série foi feita esse ano (2012), eu considero um sucesso considerável). Nesse post em específico, vemos o momento em que Ana conta ao seu marido, Carlos, como ocorre o processo da nidação, em que o embrião se implanta no útero da mãe.

Esse post, desde sua publicação foi o que mais se destacou em relação às demais partes (talvez pelo fato de nesse eu ir direto ao ponto). Você quer saber qual é a relação entre as brânquias, maxilas e o sistema auditivo? Bom, para os mais atentos, o processo evolutivo parece ser uma explicação muito boa. Que tal dar uma olhada, hein?

Retomando outra postagem sobre evolução e sistemática. Para que um ramo seja considerado natural é preciso que todos os seus integrantes descendem de um ancestral em comum. Pois bem, para alguns autores, répteis não existem pelo simples fato de todos eles não terem um ancestral em comum. Veja mais sobre essa loucura e o que as aves (sim, aves) estão fazendo no meio dessa bagunça.

Imagine aquele tempinho frio, ventando levemente. Você está preparando aquele café com bolinhos quando vem aquela chuva gostosa. No mesmo instante levanta aquele cheiro típico de chuva. O cheiro da chuva tem nome? Tem sim senhor! E qual é? Bom, veja no post! =D

As publicações aleatórias dessa série (às vezes publicadas como 'um clique para a natureza' ou até mesmo o 'frases de quinta' são bem acessados, possivelmente por mostrar belas imagens da natureza ou da capacidade do homem em traduzir a natureza em belos desenhos. O post que eu selecionei é o primeiro que traz desenhos para o blog e foi um dos mais acessados.

Essa série que foi feito no ano passado (2011) conta toda a história do Universo, os seus principais eventos dos últimos 13,7 bilhões de anos em apenas um único ano! Ou seja, lá em janeiro, no dia 1, ocorre o nascimento do Universo, o Big Bang, para os íntimos. A medida que viajamos no tempo, mais e mais próximos da origem e diversidade da vida na Terra nos aproximamos, até chegar no último segundo do último dia de dezembro, que representa a atualidade. Viaje por toda essa história revendo os posts da série.

Muito obrigado a você leitor que acessa nosso blog, aos que leem as publicações via e-mail ou assinando o feed. A presença e a leitura de vocês é um estímulo para sempre estar escrevendo um pouquinho de Ciência para todos!

Obrigado e feliz três anos! =D

P.s.: veja sobre o sorteio de aniversário de três anos do blog, aqui!

P.s. 2: curta a página do blog no Facebook e fique por dentro das novidades!

Informações extras:
[1]: a Ciência como a conhecemos surgiu com a experimentação de fenômenos observados por Galileu. Antes, a prática da Ciência era, por assim dizer, muito amadora, compreendendo basicamente na descrição do fenômeno observado. Esse método era basicamente o mesmo desde a época de Aristóteles.

Com imagem por *MakaniRobinson em seu deviantART.

Nenhum comentário:

Postar um comentário