Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Um clique para a natureza!

Imagem
Vi essa imagem em Chongas .

9 Meses - post 31

Imagem
Os primeiros momentos com a filha nunca serão esquecidos! Primeiras coisas! Os cuidados pós-parto normal compensaram as dores sentidas durante o parto, pelo menos pensava Ana. Já no dia seguinte após o almoço estava em casa e pode curtir a filha muito melhor. Recebeu a visita de seus pais e dos pais de Carlos, ansiosos em verem a netinha. Para os pais de Ana, a vontade em ver a neta era maior. Sendo Ana filha única, Alexandra era a primeira neta do avós-coruja. Eles resolveram passar uns dias na casa de Ana para ajudá-la no começo. Entretanto, Ana não estava acostumada com tanta paparicação. Durante toda a semana recebeu a visita dos seus colegas e amigos de laboratório, além de um belo arranjo vindo especialmente do diretor da empresa, em cumprimentos à nova vida que preenche o lar. Recebeu, também, a visita de alguns colegas da empresa de Carlos, mais chegados. Ficou extremamente feliz com a visita da amiga Helen, que trouxe consigo algumas lembrancinhas da sua viagem ao Rio d

Analema (e uma surpresa)!

Imagem
Para quem já observou atentamente os céus percebeu que as coisas não acontecem exatamente do mesmo jeito todos os dias. Não estou falando em relação à nossas vidas mundanas, onde um dia as coisas funcionam perfeitamente e no outro o carro/ônibus/(insira seu problema aqui) não funcionam de jeito nenhum. Estou falando das pequenas mudanças que ocorrem na posição dos astros ao longo do tempo. Um jeito de verificar esse evento é registrando, em forma de fotografias por exemplo, um dado fenômeno que se repete em um mesmo horário ao longo do tempo. Sabemos que o Sol sempre aparece todos os dias, mas sabemos que ele sempre aparece um pouco mais cedo ou um pouco mais tarde em relação ao dia anterior (dependendo da época do ano em que você está)[1]. O Analema é basicamente isso (e a foto que ilustra a postagem): captar a posição do Sol no mesmo horário e local ao longo do ano. O Analema forma essa imagem de um '8' esticado justamente devido à inclinação do planeta Terra em rela

Nosso poder! #powerofwe

Imagem
Pode parecer um pequeno passo, mas enormes saltos foram precisos serem feitos para permitir que o homem alcançasse horizontes jamais sonhados[1] [2]. Quero que você faça um esforço mental. Relaxe, não irei pedir para fazer nenhum cálculo ou coisa do tipo. Quero que você se imagine no final de julho de 1969. Mas quero que você realmente se insira nessa data. Esqueça tudo de tecnológico e moderno que temos hoje. Iremos usar apenas aquilo que existia na época. Os meios mais modernos de comunicação eram o telefone e telégrafo. Os computadores mais potentes tinham um poder de processamento de uma calculadora simples de hoje em dia. Resolver os problemas de cálculos complexos eram feitos usando apenas um lápis (ou vários deles), muitos papéis e massa cinzenta. Todos os dados gerados são salvos em grandes fitas magnéticas pesadas. Pensando assim pode até não parecer mas a NASA era assim na época em que mandaram o homem para a Lua. Os milhares de cientistas, engenheiros, técnicos e at

9 Meses - post 30

Imagem
Sentimentos à flor da pele. Ana está nos momentos finais do parto. Luz! Luzes eram vistas em intervalos regulares a medida que uma mulher barriguda passava deitada em uma maca em direção à sala de parto. Algumas pessoas ao redor comentavam sobre um problema pessoal e sobre a falta de um determinado medicamento que Ana desconhecia o nome. Durante o percurso até a sala de parto, perguntaram três vezes à Ana se estava bem. Chegando na sala de parto, alguns aparelhos foram sendo ligados a ela. Em segundos, o "pi-pi-pi" medindo seus batimentos cardíacos acoavam na sala. Em seguida chegou o médico obstetra de Ana[1]. Ele cumprimentou rapidamente a equipe presente na sala e conversou com uma das enfermeiras. Então Ana ouviu o médico soltar uma ordem: -- A solução de Orastina[2] está pronta? Coloque zero-cinco na veia dela, tá? Ficaremos de olho. -- Doutor, o que é essa Orastina? - questionou Ana, observando de um ângulo ruim para sua cabeça. O médico chega próximo de

9 Meses - post 29

Imagem
As contrações estão cada vez mais fortes. O momento do parto está cada vez mais próximo. Trabalho pesado... Enquanto Carlos terminava de preencher os dados na recepção, Ana estava sendo levada ao quarto na ala da maternidade do hospital. O médico de Ana já estava a caminho, embora estivesse um pouco desgostoso por ter que encerrar seu feriado antes do previsto. As contrações de Ana estavam vindo com um espaçamento de cerca de 20 minutos. Isso significava, como disse a enfermeira que a hora do nascimento estava um bocado longe de acontecer. A medida que o tempo fosse passando, o intervalo das contrações iriam diminuir e ficariam mais fortes. "Relaxa, embora não pareça nosso corpo está preparado para isso!", disse uma enfermeira para Ana. Com as emoções do momento, Ana não sabia de mais nada. Ela até achou que se dissessem um absurdo qualquer a ela, ela seria bem capaz de aceitar aquilo como verdadeiro apenas para as coisas terminarem logo. Mas Ana duvidava do própr

9 Meses - post 28

Imagem
Ana levou as mãos em sua barriga. Sabia que em breve as coisas iriam mudar! Contração! Era nove horas da manhã. A mulher abriu os olhos levemente, sem precisar de nenhum despertador gritando nos ouvidos. Tudo estava no mais completo silêncio (incluindo a vizinha, que possivelmente viajou por causa do feriado prolongado). Ana deu um delicioso suspiro: adorava feriados prolongados. Podia dormir quanto quisesse e sabia que seu marido estaria ali, praticamente uma pedra. Ana se estranhou ao percebeu que acordou mais cedo que o comum no feriado. Viu que o marido ainda estava dormindo pesadamente e resolveu deixá-lo assim. Aos poucos foi se mexendo, se arrumando para sair da cama. Desde ontem à noite Ana sentia uma leve cólica mas acreditou estar associada a alguma coisa de errado que comera antes. Após se levantar e ir ao banheiro resolveu comer uma coisinha na cozinha. Ao tocar na maçaneta par abrir a porta, ela arregala os olhos e sente um frio na espinha. Suas mãos rapidamente

9 Meses - post 27

Imagem
Faltam apenas alguns dias para Ana experimentar a vivência da maternidade. Ana está pensando se será uma boa mãe... Quase pronta! Segunda-feira. A casa estava vazia. O que se ouvia, ás vezes, era o barulho do lençol sendo movido quando uma mulher barriguda se virava para lá e para cá na cama. Estava dormindo. Em uma escrivaninha próxima era possível ver um papel do setor de RH de uma empresa de biotecnologia dizendo que a mulher poderia tirar a licença-maternidade. Ana gozava de vários anos na empresa, ganhando respeito e admiração pelos colegas de trabalho e seus superiores. Hoje, quando Ana pedia algo, certamente era atendida. Mesmo com a previsão de dar luz sua filha apenas daqui a alguns dias, ela conseguiu uns dias extras de descanso para estar à sós com sua gravidez. Era quase 10 horas da manhã e Ana estava ora dormindo e ora acordada na cama. Estava pensando sobre o que acontecerá daqui a alguns dias. "Será que vai doer muito?". "Eu sei que existe a ces

Um clique para a natureza!

Imagem
Imagem por Natasha Bligh (~ CristalArcher ) em seu deviantART. Reprodução permitida.