O melhor em 2012!


O ano de 2012 foi cheio de acontecimentos para o mundo da Ciência. Todos os dias diversos pesquisadores espalhados em diversos laboratórios ao redor do mundo (ou embrenhados no meio da floresta (que não deixa de ser uma atividade laboratorial ao ar livre)) atualizam nosso conhecimento ou aparecem com alguma novidade tecnológica. Por isso, e com sugestão da minha amiga Jessica, irei fazer uma retrospectiva do que aconteceu em 2012 referente à Ciência em todos os seus ramos de alcance. Muitas das notícias que dão corpo a essa retrospectiva foram publicadas na página do blog no Facebook. Os links nas chaves são referentes às notícias originais ou sites com informações extras, caso interessem na leitura.


O mês de janeiro foi palco da polêmica proibição do uso de sacolas plásticas fornecidas, até então, pelos supermercados. O acontecido gerou protestos principalmente por entre os internautas. Como foi visto, algum tempo depois, essa proibição caiu por terra [1], [2].
E no ramo da reprodução humana, passos largos em relação ao estudos com os homens. Primeiro, pesquisadores conseguiram, com grau alto de sucesso, o uso de ultrassons como contraceptivo masculino [3] e para os homens com problemas de fertilidade, os cientistas desenvolveram uma técnica onde é possível fabricar espermatozoides em laboratório. Embora tenha sido feito com ratos, a pesquisa é promissora para os humanos [4].
A sonda Suomi NPP, da NASA tirou uma incrível foto em alta resolução da Terra. Na referência você pode baixara  imagem em alta resolução [5].


A Estação Antártica Comandante Ferraz, mantida pelo Brasil desde meados da década de 1980 sofre um incêndio, perdendo diversos dados de pesquisas. A notícia repercutiu em todo o mundo [6], [7].
E nasce no Brasil o primeiro bebê selecionado geneticamente para não conter uma rara doença sanguínea. Com isso, ela poderia ajudar a irmã que sofre com a doença e salvá-la [8].


Morre o grande geógrafo brasileiro Aziz Ab'Saber. Fez diversos estudos sobre a paisagem geológica brasileira, escreveu diversos livros, alguns voltados para o ensino médio [9].


Estudo mostra que os ursos polares surgiram cerca de 600 mil anos atrás, valor cerca de quatro vezes maior do que se pensava [10].
E uma pesquisa conseguiu desenvolver cabelos humanos em camundongos que não tem pelos. A pesquisa ajudará futuramente pessoas com problemas capilares e a entender mecanismos das células-tronco [11].
Pesquisadores desenvolveram formas sintéticas de DNA que não existem na natureza. A pesquisa abre portas para pesquisas em vida extraterrestre e em tratamento de doenças de modo mais eficaz [12].


Como no mês de maio eu estava participando da XIX Semana da Biologia Unesp/Bauru (como parte da Comissão Organizadora), não tive muito tempo em ler notícias durante esse mês. Faço uma ressalva para uma informação interessante: pesquisadores descobriram que a tinta usada por lulas para se defenderem de algum perigo não mudou muito, pelo menos nos últimos 160 milhões de anos atrás. O registro fóssil é bastante interessante, vale a pena ver a matéria na referência [13].


Quando pensamos em pinguins, temos em mente tudo aquilo que sabemos (principalmente em documentários): longas noites, cuidado dos ovos, seu "voo" dentro da água em busca de peixes e coisas assim. Entretanto, relatos de pesquisadores na década de 1910 reapareceram e mostram um comportamento totalmente desconhecido vindo deles: coerção sexual, necrofilia e homossexualidade. Esses relatos foram omitidos nos relatórios na época por serem considerados 'depravados'. Foram descobertos apenas esse ano de modo acidental [14].
E, em Galápagos, a última espécie de tartaruga gigante morre. George, o solitário, tinha mais de 100 anos de idade [15].
Nesse mês também tivemos um levantamento completo de toda a microbiota humana, registrando mais de 10 mil espécies de microrganismos. A pesquisa foi publicada tanto na Nature como na PLoS e fazia parte do Projeto Microbioma Humano [16].
E o FioCruz divulgou a criação e produção da vacina contra esquistossomose, uma doença que afeta mais de 200 milhões de pessoas no mundo [17].


Julho foi, talvez, o mês mais eletrizante para o mundo da Ciência, principalmente para os físicos. Foi nesse mês a descoberta, por fim, do tão falado "bóson de Higgs". A chamada, pela mídia, de partícula de Deus, o Higgs ajuda a fechar o modelo padrão atômico onde a matéria faz sentido. O bóson e Higgs ajuda a explicar o por que das coisas terem massa. O bóson de Higgs explica a "aderência" da matéria (caso contrário, todas as partículas não ficariam juntas e viajariam na velocidade da luz) [18], [19], [20], [21], [22], [23]. Foi considerado, pela Science, como a descoberta científica mais importante do ano [54]!
E no mundo da Biologia, os pesquisadores mostraram que as bactérias arsênicas (aquelas que foram divulgadas em 2011, dizendo que estas bactérias conseguiam sobreviver sem fósforo, substituindo-o por arsênio) não eram tudo aquilo que falaram. Elas podem sobreviver a níveis muito tóxicos de arsênio, mas elas precisam de fósforo no meio para sobreviverem. Reveja nas referências [24], [25].


O mês de agosto foi astronômico: o rover Curiosity pousa com sucesso em Marte e inicia suas operações para análise de rochas e atmosfera. A busca por vida é um dos objetivos principais da NASA [26], [27], [28], [29], [30], [31].
Além disso, infelizmente para nós, Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar em outro corpo celeste além da Terra faleceu [32], [33].


Pesquisadores publicaram uma pesquisa dizendo que milho transgênico aumenta os riscos de causar câncer. A pesquisa causou impacto na época. Entretanto, algumas semanas depois, foi mostrado erros importantes na pesquisa [34].
E, no Facebook, correu a imagem restaurada da Conferência de Solvay, onde grandes físicos se reuniram para se fazer entender sobre a nova física que estava surgindo. Grandes nomes como Einstein, Heisenberg, Curie, Lorentz, entre outros estavam presentes [35].
Ah sim, e o blog Do Nano ao Macro completou três aninhos de vida!


Foram divulgados os ganhadores dos prêmios Nobel 2012. Em Medicina (ou Fisiologia), John B. Gurdon e Shinya Yamanaka receberam o prêmio por descobrirem a possibilidade de reprogramar as células, permitindo se transformarem em qualquer tecido do organismo [36], [37]. Já Brian K. Kobilka e Robert J. Lefkowitz receberam o Nobel de Química por descobrirem os receptores acoplados à proteína G, existente nas células dos animais. Esses receptores recebem informações do meio externo (como um hormônio), desencadeando reações dentro da célula obtendo a resposta desejada [38]. E Serge Haroche e David J. Wineland receberam o de Física por criarem meios de manipular partículas subatômicas sem destruí-las [39].
E Felix Baumgartner realizou o feito de ultrapassar a velocidade do som em queda livre. O salto, feito quase 40 mil metros de altura durou pouco mais de 4 minutos [40].
Além disso, uma pesquisa promissora criou um medicamento onde os níveis do vírus da AIDS se manteve abaixo dos detectáveis por análises por mais de 60 dias [41].
O ônibus espacial Endeavour finalmente foi aposentado e agora descansa no museu nos EUA [42].


Médicos conseguem, pela primeira vez, se comunicarem com um paciente em estado vegetativo. Ele respondeu as perguntas dos médicos por meio de uma ressonância magnética [43], [44].
Biólogos montaram a maior evolutiva relacionando todas as aves conhecidas. A árvore foi publicada na Nature [45], [46].
Além disso, arqueólogos encontram um esqueleto quase completo de mamute próximo de Picardia, no norte da França. O mamute teria vivido há, no mínimo, 50 mil anos [47].
E cientistas da NASA, a partir de imagens da sonda Messenger confirmam a presença de gelo em Mercúrio [48].


Pesquisadores conseguem, pela primeira vez, uma fotografia direta do DNA. O feito foi realizado se utilizando microscopia eletrônica [49].
E a NASA divulgou imagens noturnas da Terra feita pelo satélite Suomi. É possível ver os muitos pontos luminosos de cidades e focos de incêndios [50], [51].
Continuando no espaço, fotos com detalhes inéditos da Lua foram feitas pelas sondas-irmãs Ebb e Flow da NASA [52].
Além disso, pesquisadores da Caltech, usando imagens de Hubble Ultra Deep Field, identificaram os objetos mais antigos do Universo, em uma faixa que está entre 600 e 350 milhões de anos depois do surgimento do Universo, ou seja, quando o Cosmos tinha apenas 3% da sua idade, calculada em 13,7 bilhões de anos. Essas imagens mostram o limite de 'zoom' do Hubble, mostrando a importância de sua futura substituição pelo James Webb, que será em 2018 [53].

* * *

Como visto, esse ano foi cheio de acontecimentos científicos e relacionados à Ciência, de certa forma. Perdemos grandes personagens nesse ano (sim, temos celebridades televisivas e de outros ramos do fazer humano) que mudaram nosso conhecimento e expandiram nossas pegadas além da bolinha chamada Terra. Mas também nesse ano fomos longe, recebendo imagens em alta definição direto de Marte e tirando a primeira foto do DNA, essa companheira de mais de três bilhões de anos.

Tomara que a Ciência continue com seus largos passos em busca de entender cada vez mais essa realidade que nos cerca. Novos tratamentos para doenças que afligem milhões de pessoas, nova luz para aquele problema insolúvel que quebra a cabeça dos pesquisadores e, por que não, a descoberta de alguma coisa que faça o cientista parar e perguntar: mas que porcaria é essa?

A Ciência é feita de dúvidas.

Aproveito e deixo alguns sites que fizeram uma retrospectiva bacana em temas bem específicos da Ciência. O primeiro que deixo é da NASA e a retrospectiva é, obviamente, sobre o espaço e suas missões interessantes (sim, o 'Curiosidade' está por lá também). Para acessar, clique aqui. Já o segundo é uma retrospectiva feito pelo Smithsonian com o top 10 das descobertas em antropologia em 2012. Clique aqui para acessar o conteúdo. Ambos os conteúdos estão em inglês. Além disso, essa página especial do Wikipedia (também em inglês) relata o que aconteceu nesse ano no mundo da Ciência, dando detalhes referente aos eventos e aos dias em que ocorreram. Vale a pena dar uma olhada. O interessante Chi vó, non pó também traz uma retrospectiva das dez melhores de 2012 de acordo com a AAAS.

Feliz 2013 para você! Boas festas!

P.s.: por motivos um tanto óbvios, ficarei descansando por alguns dias das atividades do blog. Possivelmente ainda estarei postando alguma notícia ou outra na página do blog no Facebook. Fique de olho por lá. Dentro de alguns dias eu volto. Grande abraço!

Informações disponíveis nas referências que estão no texto. Imagens: divulgação.

2 comentários: