Do Nano ao Macro, #6anos!


Sim! Por mais um aninho o blog está de pé, firme e forte. Essa postagem comemora o sexto ano de existência do Do Nano ao Macro. Gostaria de agradecer a todos os leitores que acompanham o blog, desde aqueles que caem aqui depois de uma busca no Google até aquele que assinou o feed de notícias ou recebe por email. Obrigado aos mais de 550 curtidores da página no Facebook, que curtem, comentam e compartilham o conteúdo do blog para seus amigos e colegas.

Embora tenha virado uma constante eu realizar um sorteio ou um concurso para comemorar o aniversário do blog[1] junto com o querido leitor, infelizmente não tive tempo hábil para parar e pensar sobre o assunto esse ano. As atividades do mestrado (desde a pesquisa até leituras e trabalhos) acabam consumindo um tempo relativo de meus dias. Com isso, não deu para me organizar para realizar nenhum tipo de sorteio ou concurso.

Mas óbvio que não deixarei essa data passar em branco. Separei as seis postagens mais acessadas do blog nos últimos seis anos. Além disso, republicarei aqui uma postagem que foi publicada originalmente no Facebook, que é uma tradução de um texto da Science sobre o barulho de estouro da pipoca (afinal, comemorar seis anos sem pipoca não tem graça)!

Os seis mais acessados!
1º: Calendário Cósmico 07: uma publicação que deve ser especial para muita gente. Nela eu relato o surgimento dos seres fotossintetizantes, que ocorreu cerca de 3,2 bilhões de anos atrás.

2º: O que sabemos sobre o zika?: essa postagem é que a mais cresceu em número de visualizações. Publicado em maio desse ano, logo após a confirmação dos primeiros casos da doença na Bahia, a postagem apresenta algumas informações sobre a doença e informações atualizadas importantes que ocorrem no Brasil.

3º: Poxa Avogadro, ajuda aê!: uma simples tirinha publicada em 2010 rendeu a terceira posição. Veja o motivo visitando (ou revisitando) a postagem.

4º: Répteis não existem...: como assim os répteis não existem? Para muitos biólogos evolutivos, o grupo répteis não soa natural por ela não insere todos os animais que deveriam estar nela, como as aves. Quê? Não entendeu? Visite a quarta mais acessada postagem do blog e descubra.

5º: 9 Meses - post 14: acredito que o desenvolvimento do sistema nervoso é algo que atrai a atenção de todo mundo. Não é a toa que ela está entre as cinco mais acessadas do blog. Descubra como isso acontece no link.

6º: Brânquias, maxilas e audição - parte 4: o que brânquias (sim, iguais aquelas dos peixes), mandíbulas e a capacidade de ouvir sons tem haver um com o outro? Embora as três postagens anteriores sejam importantes para entender a coisa toda, a quarta parte permite compreender qual a relação entre essas coisas tão distintas.

O segredo por trás do som. Por que a pipoca faz ‘plocs’?
Por Emily Conover para a Science.
Traduzido por Wesley Santos, originalmente para a página Do Nano ao Macro, no Facebook. Republicado integralmente no blog.

Pesquisadores sabem como os grãos de milho para pipoca estouram, mas eles tinham um problema em explicar a fonte do som do estouro. Quando a pipoca esquenta, a umidade no interior do milho vira vapor, aumentando a pressão até estourar, virando uma massa estourada macia branca, frequentemente com o interior de ar. O 'ploc', de acordo com vídeos em slow-motion, ocorre fora de sincronismo com a ruptura da casca e com o milho sendo lançado ao ar, eliminando duas possíveis causas para o barulho. Sobrou apenas uma causa: o som do estouro vem da liberação de vapor d’água quando o interior da pipoca abre, como reportado nessa semana pelos pesquisadores no Journal of the Royal Society Interface. A súbita mudança de pressão quando o vapor d’água é liberado causa uma cavitação dentro do milho de pipoca, vibrando-a e produzindo o som, de acordo com os pesquisadores – semelhante ao ‘ploc’ de uma garrafa de champanhe quando se tira a rolha. Os cientistas também descobriram o mecanismo do salto acrobático do milho no ar. Assim como uma ginasta fazendo um flip, a pipoca empurra como uma perna se esticando – como visto no vídeo na matéria original (no link abaixo) – a fazendo saltar e dar cambalhotas. Nas Olimpíadas dos petiscos, a ágil pipoca recebe um perfeito 10.

Espero que tenham gostado dessa postagem e não fiquem tristes. Assim que possível eu organizo um sorteio bacana para vocês. É só ficar de olho! Obrigado a todos que acompanham o blog!

🎉 Feliz aniversário, Do Nano ao Macro! 😃

Rodapé:
[1]: comecei a sortear livros e brindes no blog no segundo ano de aniversário, apenas.

Imagem feita por mim, protegida por CC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário