O melhor em 2015!


Estamos escrevendo as últimas linhas desse grande livro chamado '2015'. Com eventos impactantes logo nos primeiros dias, como o atentado ao jornal Charlie Hebdo em janeiro e o desastre ambiental causado pelo rompimento das barragens sob responsabilidade da Samarco Mineração, em Minas Gerais.

Assim como todos os anos, a ciência ajudou a escrever algumas páginas importantes. Como destaque, lembro ao leitor que esse foi o ano em que a febre zika aterrissou no Brasil, alertando a comunidade científica pela associação, até então inédita, de que o vírus seria responsável pelos casos de microcefalia em recém-nascidos em diversos estados brasileiros. Esse ano também foi quando conhecemos realmente a superfície de Plutão, comovendo os astrônomos que sonharam com esse momento por anos. Além disso, indícios de água em Marte fizeram os olhos do mundo se virarem para o planeta vermelho.

Como de costume, a última postagem de 2015 reúne as notícias mais importantes que ocorreram no contexto científico, nacional, internacional e interplanetário. Todas as notícias foram compartilhadas originalmente na página do blog no Facebook. Os links para as notícias aparecem ao final de cada notícia, entre chaves. Vamos nessa!


O ano começa com o polêmico uso do canabidiol, molécula derivada da maconha que possui efeitos terapêuticos, podendo ser usado em pessoas com dores crônicas ou problemas mentais. Por ser derivada da maconha, o medicamento enfrenta resistência por parte dos órgãos públicos para sua liberação. [1] [2].

E a sonda europeia Beagle 2, que fora mandada para Marte mas, por problemas de aterrissagem, nunca retornara nenhum tipo de contato, foi encontrada após uma análise de imagens da Mars Reconnaissance Orbiter, da NASA. A sonda teve problemas em abrir-se completamente, o que explicaria o fato de não ter mandado sinais para Terra. [3].

Um estudo mostrou que a exuberância florística da Amazônia é muito recente, datando de cerca de quatro mil anos, bem após a última era do gelo, em que o clima da Terra se aproximou do atual. [4].

E, fechando o mês, um curioso crustáceo que lança insulina na água ao redor de sua presa, paralisando-a por hipoglicemia. Assim, esse crustáceo pode capturar a presa sem grandes problemas. [5].


O mês de fevereiro foi marcado pelo intenso dilema sobre qual a verdadeira cor de um vestido. Dependendo de como o cérebro usava as informações da própria imagem para entender o contexto, o vestido aparentava ser branco e dourado (enquanto outros viam azul e preto, que são as verdadeiras cores do vestido). O meme foi uma deixa interessante para explicar como o cérebro funciona no processo de interpretação de imagens. [6] [7].

A humanidade testemunhou o emocionante caso de um homem que voltou a enxergar pela primeira vez depois de 10 anos, graças a um implante de um olho biônico. Uma das primeiras pessoas que ele viu foi a sua esposa. [8].

Na área da saúde, tivemos um estudo mostrando que a proteína cD4-IG é capaz de bloquear a ação do vírus HIV em macacos, criando a possibilidade de usá-la para impedir a multiplicação do vírus nas células. [9]. E uma vacina terapêutica contra a doença de Chagas também está sendo testada, com resultados promissores em camundongos. Descoberta por Carlos Chagas em 1909, a doença ainda acomete milhões de pessoas todos os anos. [10]

Uma estátua com a imagem de Buda com mais de mil anos revelou, por imagens de ressonância, abrigar um corpo. Exames de endoscopia mostraram que o interior de seu corpo foi substituído por papeis com inscrições chinesas. A prática era bem comum entre os budistas, que consideram que o corpo não morreu, mas está em estado de intensa meditação. [11].

O mês de fevereiro ainda rendeu uma publicação "científica" bem suspeita a qual esferas microscópicas serviriam como agentes de panspermia. Como disse Roberto Takata, "não", é uma resposta boa e rápida para essa afirmativa. [12]. Mas fechamos o mês com um interessante estudo mostrando que o núcleo da Terra não é tão homogêneo assim, mostrando que existe um segundo núcleo acompanhando o primeiro. [13].

E, infelizmente, o mês de fevereiro foi marcado pelas mortes de Val Fitch, físico nuclear que mostrou o por que do Universo ser feito de matéria, e não de antimatéria. Durante o início do Universo, matéria e antimatéria foram criados. Entretanto, quando ambas entram em contato, se aniquilam mutualmente. Fitch apontou para uma 'imperfeição do Universo', em que as leis da física tenderiam a favorecer a matéria, em detrimento da antimatéria. [14]. E Leonard Nimoy, ator famoso por interpretar Spock, da série Star Trek morreu vítima de doença pulmonar causada por anos de tabagismo. [15].


Março é marcado pela invasão de um instituto de pesquisa no interior paulista por um grupo de mulheres ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra). A empresa de papel e celulose desenvolvia uma variedade melhorada de eucalipto, que produziria cerca de 20% que a variedade no mercado, sendo pioneira no mundo. A empresa disse que 14 anos de pesquisa foram perdidos. [16].

Enquanto isso, nos Estados Unidos, a NASA apresenta os irmãos gêmeos que irão participar de uma pesquisa pioneira para comparar o estresse do corpo humano em situações distintas: um deles ficará na Terra, enquanto outro irá passar uma temporada no espaço. Por serem irmão gêmeos idênticos, alguns vieses associados às diferenças corporais serão minimizados. [17]. Além disso, a sonda Dawn, da NASA, chega ao planeta-anão Ceres, localizado no cinturão de asteroides, entre Marte e Júpiter. Imagens inéditas foram registradas, para deleite da comunidade científica. [18].

O mês também foi marcado pelo curioso registro fotográfico em que um furão aparentemente pega uma carona nas costas de um pica-pau. [19]. Além disso, no dia 14 comemoramos o dia de Pi, já que os primeiros números podem ser relacionados ao calendário: 3,141592653, ou seja, 3 (mês Março), 14 (dia), 15 (ano), 9 (hora), 26 (minuto), 53 (segundos). Sabe como é: nerds sabem se divertir. [20].

O Brasil também marcou presença confirmando sua participação na construção do megatelescópio Observatório Europeu do Sul. Com isso, o Brasil garante participação no uso dos mais modernos equipamentos e radiotelescópios que serão construídos no deserto do Atacama, no Chile. [21].

E, fechando as notícias do mês, na área biológica e de saúde, o fóssil mais antigo de uma flor foi encontrada na China, datando mais de 160 milhões de anos. Esse achado ajuda a entender a evolução desse grupo e até mesmo as relações co-evolutivas com outras espécies, sobretudo os polinizadores. [22]. E um grupo de pesquisadores conseguiram converter uma célula cancerígena em uma célula benigna que poderia, ainda, ajudar a sinalizar outras células cancerígenas. [23]. E, de forma acidental, lentes já usadas por cirurgiões para distinguir o sangue dos tecidos adjacentes parecem melhorar e corrigir o daltonismo. Por ele concentrar mais as cores, muitos cirurgiões estavam usando óculos com essas lentes fora do ambiente de trabalho. Durante uma curiosidade de um amigo daltônico, Don McPherson permitiu que ele usasse seus óculos. Instantaneamente seu amigo começou a distinguir objetos que ele não via com clareza. [24].


A sonda New Horizons tirou as primeiras imagens coloridas de Plutão. Até o momento, são consideradas as melhores e mais próximas imagens do planeta. [25]. E a NASA apresenta os primeiros indícios reais de presença de água no planeta vermelho. [26].

E o LHC, o Grande Colisor de Hádrons do CERN, voltou a funcionar depois de dois anos dos primeiros experimentos que levaram ao decobrimento do bóson de Higgs, responsável por criar o campo de Higgs, que dá a massa característica das partículas. [27].

E um HD dos anos 70 foi transformado em um incrível pen-drive de 10MB. O "pen-drive" enorme foi criado após o trabalho de Christopher Parish, um entusiasta de informática. [28].

Concluindo o mês, brasileiros criam sensor que descobre sinais de câncer antes do início dos sintomas. O aparelho detecta biomarcadores presentes no sangue. [29]. E chimpanzés foram vistos desenvolvendo formas básicas de tecnologia. Na observação feita por pesquisadores na florestas de Senegal, fêmeas de chimpanzés foram vistas desenvolvendo lanças e as usando para caçar pequenos mamíferos. O estudo aponta que o uso de ferramentas surgiu já no ancestral em comum com os humanos e chimpanzés. [30].


O mês de maio teve notícias interessantes sobre evolução. Primeiramente, um estudo mostrando que todas as pessoas com olhos azuis descendem de uma mesma população que sofreu uma mutação no gene OCA2 que viveu cerca de 7 mil anos atrás próximos ao mar Negro. Essa população sofreu uma mutação que desligou esse gene, que desencadeia o desenvolvimento para olhos com cores escuras. Usando dados de DNA mitocondrial, verificou-se que todas as pessoas com olhos azuis descendem dessa população original, indicando que a mutação ocorreu apenas uma vez durante nosso desenvolvimento. [31]. E pesquisadores mostraram que as cobras tem ancestral em comum com espécies com membros, indicando que elas vieram espécies que ganharam esses membros durante a evolução, os relacionando com todos os demais organismos terrestres. Como veremos posteriormente, o trabalho rendeu uma polêmica com pesquisadores brasileiros. [32].

E um estudo sobre genômica da mosca-da-fruta rendeu uma interessante polêmica, já que o artigo tinha mais de mil autores assinando o trabalho. O trabalho rendeu um burburinho entre os cientistas nas redes sociais, indicando qual a real participação de todos os pesquisadores. [33, em inglês].

E um interessante achado surpreendeu os cientistas: a existência de um peixe de sangue quente. O peixe-lua (Lampris guttatus) aquece seu sangue para ganhar agilidade para captura de presas. [34].

E uma escola do Rio Grande do Sul descobriu entre seus pertences uma carta enviada por Albert Einstein aos alunos da época. O achado surpreendeu o diretor do Colégio Anchieta, em Porto Alegre. A carta teve sua autenticidade comprovada por especialistas. [35].

E, fechando o mês, foi noticiado a morte do matemático americano ganhador do Nobel de Economia de 1994, John Nash. Nash ficou famoso por ter sua vida retratada no filme ganhador do Oscar 'Uma Mente Brilhante', onde apresentou seus trabalhos na teoria dos jogos e sua luta contra a esquizofrenia. [36].


Um foguete da empresa privada SpaceX, chamado Falcon 9, explodiu depois de ser lançado em Cabo Canaveral, nos Estados Unidos. O foguete levava suprimentos para os astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS). [37].

E a emissora oficial do governo norte-coreano diz que os cientistas do país desenvolveram a cura para diversas doenças, como ebola e aids. Entretanto, não apresentou nenhuma evidência ou publicação científica relevante mostrando tais afirmativas. [38].

Engenheiros de software do Google mostraram imagens criadas pelo algoritmos de reconhecimento de imagens da empresa. As imagens, bem estranhas, foram obtidas após os engenheiros alimentarem o sistema com imagens neutras, como ruídos, e pedirem ao software para otimizar a imagem a ponto de identificar algo nelas. Os resultados são semelhantes ao que poderíamos dizer que o computador sonhou. [39].

E finalizando, foi encontrada uma relação inédita entre o cérebro e o sistema imune. Pesquisadores encontraram veias até então desconhecidas que conectavam o sistema nervoso ao sistema linfático, permitindo o fluxo de células de defesa para ambas as regiões. [40].


O mês de julho começou com  notícia que de 75% dos recursos do Governo Federal destinados às Pós-Graduações do país foram cortados. Embora foi desmentido, programas de pós-graduação reclamam da redução do rapasse de verbas. Cientistas conhecidas como a Suzane Herculano-Houzel acabaram criando campanhas de crowdfunding para financiar suas pesquisas. [41].

Enquanto isso, a NASA surpreende o mundo com incríveis imagens de Plutão, vistos de perto pela primeira vez. A sonda New Horizons mandou dezenas de imagens impressionantes da superfície do planeta-anão. Muitos consideram que as imagens de Plutão representam o avanço científico de 2015. [42] [43] [44] [45].

E a missão Kepler descobre mais um interessante planeta maior e mais velho que a Terra, mas com condições para abrigar água líquida. Kepler-452b, localizado a mais de 1,4mil anos-luz da Terra, tem algumas características semelhantes ao nosso planeta. [46] [47] [48].

E a pesquisa com cobras com patas (link 32) foi questionado por pesquisadores brasileiros. Os fósseis do estudo vieram do Brasil e não possuem registro de saída do país para a Alemanha, local dos pesquisadores do artigo. [49]. E fósseis de espermatozoides de 50 milhões de anos foram encontrados na Antártica, sendo um dos registros mais antigos já encontrados. [50].

E, fechando o mês, pesquisadores jogaram uma câmera dentro de um vulcão ativo, mas submerso no Oceano Pacífico (próximo às Ilhas Salomão). Lá foram encontrados diversos tubarões vivendo nessa região, surpreendendo a equipe. [51].


O mês começa com a denúncia de que a extração de urânio no interior baiano causou contaminação das águas da região, utilizadas para consumo humano e de animais. A estatal federal Indústrias Nucleares do Brasil (INB) sempre negou o problema, mas laudos mostraram níveis de contaminação além do permitido. [52].

Um curioso registro da Lua em trânsito, passando frente à Terra, foi registrado pela sonda DSCOVR, da NASA. O registro é tão incrível que nem parece real. [53].

E o mês de agosto registra o marco de meio milhão de casos de dengue apenas no Estado de São Paulo. Os altos números de casos se deve a diversos fatores, desde a mudança no regime das chuvas ao acúmulo de água durante o período de racionamento. Entretanto, o número de casos deve ser maior do que o notificado, visto que muitos pacientes não desenvolvem os sintomas ou são leves, e não consultam o médico, já que melhoram em poucos dias. [54].

E fechamos o mês com a infeliz notícia da morte do neurologista Oliver Sacks, devido a um câncer. O neurologista ficou famoso por acompanhar pacientes com casos neurológicos pouco comuns, como o famoso caso (virando até título do seu livro), em que um homem confundiu sua mulher com um chapéu. Além disso, ele próprio sofria de um problema em que não conseguia reconhecer rostos (incluindo o dele próprio), precisando recorrer à memória para saber que quem ele via no espelho do banheiro ao levantar era ele! [55] [56].


Os principais assuntos científicos nesse mês envolveram o entendimento da vida na Terra e sobre o espaço. Em primeiro, um estudo mostrou que os vírus, pequenas estruturas moleculares que possuem um material genético (DNA ou RNA) envolvido por uma cápsula proteica, são seres vivos. O debate em torno do assunto rodeia em entender o que é vida, afinal. [57].

O nosso entendimento sobre nossas origens ganhou mais um capítulo, com a descoberta do Homo nadeli, uma nova espécie de hominídeo encontrado na África. A descoberta permite compreender melhor as etapas as quais a espécie humana mudou seu modo de vida para bípede e conquistou o mundo todo. [58].

E o evento mais esperado do ano para fotógrafos, astrônomos e amadores do mundo todo: um eclipse da superlua. [59]. Mas, o que bombou no mês de setembro sobre o espaço foi a descoberta de água saturada com sais em Marte. A descoberta aponta que, em condições específicas, mas existentes no planeta vermelho, a água pode ficar em estado líquido na superfície do planeta. A notícia impactou a comunidade científica, abrindo maiores possibilidades de uma futura colonização do planeta vermelho, além de reforçar a ideia de um passado molhado de Marte. [60] [61] [62] [63].


Outubro viu a publicação de um estudo apontando que a homossexualidade pode ser causada por mudanças epigenéticas, ou seja, por moléculas e estruturas 'anexas' ao DNA, que modulam a atividade dos genes, ligando-os ou desligando-os. O estudo mostra que o ambiente pode interferir em diversas condições, incluindo sexual, e que essas mudanças podem ocorrer ainda durante a gestação. [64].

E Plutão ainda nos surpreendeu nesse mês. Após as lindas imagens do planeta em julho, a sonda New Horizons mandou imagens mostrando que Plutão possui uma tênue atmosfera azulada, e presença de gelo em sua superfície. [65].

E duas notícias meteorológicas marcaram esse mês: a primeira mostra dados apontando que estamos passando pelo pior El Niño da história. O fenômeno climático que aumenta a temperatura das água do Oceano Pacífico trazem alterações climáticas em diversos pontos do globo, sobretudo na América do Sul. [66]. E o furação Patrícia, que atingiu a costa oeste mexicana, atingiu recordes de velocidade, ultrapassando os 320km/h. [67].

Um estudo mostrou uma espécie de mamífero que sobreviveu à catástrofe que extinguiu os dinossauros. O Kimbetopsalis simmonsae sobreviveu ao possível impacto de um meteoro há 66 milhões de anos atrás. [68].

E, em 21 de outubro de 2015, Marty McFly chega ao futuro. No filme 'De Volta Para o Futuro II', Marty McFly chega nessa data para resolver problemas decorrentes de suas viagens no tempo. O evento foi marcado por apresentações e aparições dos personagens na TV e internet. [69].

Outubro foi marcado pela grande polêmica do uso da fosfoetanolamina no Brasil. A substância, desenvolvida a partir de estudos na USP de São Carlos, teria potenciais propriedades de combate ao câncer. A molécula estava sendo distribuída para pacientes sem terem sido realizados nenhum tipo de ensaios clínicos, o que levanta dúvidas sobre a eficácia do medicamento. Ações na Justiça foram movidas autorizando ou não a distribuição do medicamento. A sociedade brasileira ficou a par, graças à divulgação da mídia, de como funciona a liberação do medicamento e como deve ser feito os estudos sobre o assunto. [70] [71].

O mês também é marcado pela divulgação dos ganhadores do prêmio Nobel, que exalta o avanço do conhecimento científico e cultural da humanidade, laureando personagens importantes da história.




Impacto ambiental e saúde marcaram o mês de novembro. O rompimento das barragens em Mariana, Minas Gerais, transformaram a paisagem de uma hora para outra em um mar de lama, seguido por destruição de cidades e do meio ambiente. A lama carregada de metais pesados seguiu caminho pelo rio, chegando ao Oceano Atlântico e causando distúrbios na frágil ecologia local. A empresa Samarco Mineração, join venture da Vale foi a responsável por represar a lama usando técnicas simples demais para a situação. O impacto ambiental ainda está sendo calculado e até mesmo uma equipe de cientistas querem fazer a avaliação de forma indepedente. [72] [73] [74] [75] [76].

Um caso suspeito de ebola, logo descartado, foi registrado no Brasil. Um paciente, que veio de Guiné, apresentou febre dias depois da viagem. Amostras de sangue apontaram ser negativo para ebola, mas positivo para malária. [77].

E o mês foi marcado pelo surto de microcefalia, sobretudo no nordeste, associado à febre zika. A doença, de acordo com especialistas, teria acometido as mães durante a gestação. Por mecanismos ainda não elucidados, o vírus infectaria o feto e levaria a problemas de formação do crânio e cérebro, levando á microcefalia. Especialistas debatem entre si sobre as melhores recomendações para as mulheres nesse momento, que passam desde cuidados para evitar infecção com vírus zika (usar repelentes e roupas compridas para evitar serem picadas pelo mosquito Aedes aegypti) até a suspensão de possíveis planos de gravidez para os próximos meses, afim de compreender melhor o aspecto global da doença. Embora tenha sido confirmada pelo Ministério da Saúde a relação entre microcefalia e zika, outras hipóteses estão sendo estudadas, como a febre chikungunya. [78] [79] [80] [81].


O mês de dezembro vem acompanhado da tragédia do incêndio do Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz. A suspeita do início do incêndio seria a troca de uma luminária (até a publicação dessa postagem não havia sido liberado o laudo definitivo), o fogo tomou conta dos três andares do prédio. Inaugurado em 2006, o museu é um dos poucos do mundo dedicado a focar um idioma. Recebeu mais de 2,6 milhões de pessoas, sendo um dos museus mais visitados do país. [82] [83].

Estará disponível para compra uma seringa que ajuda a conter sangramentos causados por perfurações de bala e outros acidentes graves. A seringa tem várias cápsulas semelhantes a esponjas que incham em contato com o sangue, criando pressão na região afetada, contendo o sangramento. Usado pelo Exército Americano, esse produto será útil para conter hemorragias até o paciente ser conduzido a uma unidade de saúde. [84].

No espaço, cientistas desvendam o mistério de manchas brilhantes encontradas no planeta-anão Ceres. As manchas, de acordo com cientistas, seriam resultado de impactos mais recentes, expondo a rocha mais clara e mais profunda, causando essas manchas brancas em contraste com a superfície cinza. [85].

Além disso, iniciou-se uma nova guerra espacial: estreou mundialmente o sétimo episódio da franquia de sucesso Star Wars. [86].
[alerta de SPOILER]
Em 'O Despertar da Força', Luke Skywalker está desaparecido, mas a Resistência, liderados pela General Leia, acreditam ter a sua localização. Entretanto, a Primeira Ordem, liderados por Kylo Ren, estão na busca do mapa que leva a Luke, um dos últimos Jedi. A Primeira Ordem tem a filosofia semelhante ao Império, onde Darth Vader era o líder.
[fim do SPOILER].

E as mudanças de medidas para considerar um recém-nascido com microcefalia foram reduzidos em 1cm, de 33 para 32cm. A medida, de acordo com Ministério de Saúde, é seguir as recomendações da OMS. Entretanto, alguns criticaram que a medida iria reduzir virtualmente o número de casos. Mas as medidas não tiveram impacto nesse sentido. [87].

E por determinação da Justiça, médicos receberão três vezes mais ao realizar partos normais ao invés da cesárea. O Brasil é um dos países onde mais se realiza esse tipo de procedimento. Exceto em casos de risco de vida, o parto normal é o mais indicado, por ser o menos invasivo e mais saudável, tanto para mãe como para o recém-nascido. A medida visará reduzir o número de cesáreas desnecessárias. [88].

Fechando incrivelmente o mês com o lançamento de um foguete que levou 11 satélites comerciais para a órbita da Terra da empresa comandada por Elon Musk, a SpaceX (empreendedor responsável também pela PayPal e Tesla Motors). Mas a principal façanha foi trazer o foguete íntegro de volta a Cabo Canaveral, em um pouso vertical que foi elogiado até pela NASA. O objetivo da empresa é entender e criar meios para viagens espaciais seguras e comerciais, levando cargas e pessoas no futuro. [89].

Update:
Na segunda-feira, dia 28, a ANVISA anunciou a liberação do uso de uma vacina promissora contra a dengue, o Dengvaxia. A vacina, já liberada no México e Filipinas, alcança um feito raro de ser liberada primeiramente em países emergentes do que em grandes mercados, como Estados Unidos e Europa. O mês de dezembro surpreendendo nos últimos minutos. [90].

* * *

Espero que 2015 tenha sido maravilhoso para você, leitor e que 2016 seja bom para todos nós. Nos vemos no ano que vem! 😃 😃

Imagens disponíveis nos links citados na postagem, com modificações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário