Calendário Cósmico 14

Os dinossauros sempre chamaram a atenção das pessoas, tanto
por serem animais grandes e por isso dar um ar ameaçador, como também
por nunca o termos vistos. Como advento da tecnologia, principalmente
a computação gráfica e a animatrônica, os dinossauros movidos a
stop-motion como na série de TV da imagem acima, O Ele Perdido, até
os quase realísticos dinossauros de Jurassic Park ganharam vida!

25 de Dezembro
09:11:28 - Lagartos terríveis...
Equivalente ao tempo real: 250 milhões de anos atrás

No Calendário Cósmico, estamos saindo da Extinção Permo-Triássica, que marca o fim da Era Paleozoica e o início da Era Mesozoica, onde acredita-se que mais de 90% da vida na Terra tenha evaporado. Diversas hipóteses são levantadas sobre esse grande evento. Dos poucos sobreviventes, eles encontraram um ambiente totalmente remodelado, apto por novas espécies. Richard Owen, em 1842, os denominou como sendo lagartos terríveis visto que a grande maioria de seus representantes serem de grande porte. Talvez você conheça esses animais pelo seu nome muitíssimo mais famoso: dinossauros.

Os dinossauros realmente mexem com nosso imaginário. Steven Spielberg com certeza encantou os jovens da época quando lançou o filme Jurassic Park (para mim apenas o primeiro filme foi o melhor de todos). Outro sucesso foi o Land of the Lost (O Elo Perdido), série de TV dos anos 70 onde a família Marshall é pega por um portal dimensional e acabam parando numa estranha terra, habitada por seres estranhos e por - adivinhem - dinossauros. É clássica a cena do dinossauro de brinquedo com seus movimentos em stop-motion tentando atacar a família.

O Era Mesozoica é conhecida como a era dos dinossauros. Os primeiros a surgirem não passavam de pequenos animais possivelmente predadores. Os répteis em si possuem muitas vantagens em relação aos seus parentes anfíbios: a pele queratinizada evita a perda de água por evaporação e uma novidade evolutiva que marcou a história da vida desses animais e seus descendentes: a presença de ovo. A capacidade de gerar um novo ser num ambiente próprio, sem depender do meio externo é uma vantagem e tanto para esses seres, que agora podiam, se fato, abandonar o ambiente aquático e dominar todo o resto do mundo. Novos ambientes implicam em se adaptar a ele. Essa pressão seletiva fez surgir toda essa gama de animais que conhecemos. Pelos próximos milhões de anos, gigantescos animais, como o Sauroposeidon, chegavam facilmente mais de 20 metros de altura.

Em tempo: dinossauros eram seres que, ao contrário da maioria dos répteis, tinham sangue quente.

Imagem encontrada aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário