Laços entre mãe e filho...

Os laços entre mãe e filho vão se desenvolvendo muito além do que
sabíamos até alguns anos atrás.

"A ligação entre uma mãe e seu filho é profunda, e uma nova pesquisa sugere uma conexão física ainda mais profunda do que jamais se pensou. Os profundos laços físicos e psicológicos compartilhados por uma mãe e seu filho começam durante a gestação, quando a mãe é tudo para o desenvolvimento do feto, fornecendo calor e sustento, enquanto o bater de seu coração produz um ritmo constante e tranquilizador."

Não é de hoje que sabemos que o vínculo entre mãe e filho é maior que o laço afetivo, o amor materno que embala o sentimento da mãe e contagia o filho. Novos estudos mostram que existe um vínculo biológico entre os dois: células do feto são facilmente encontradas tanto no sangue como nos tecidos da mãe, inclusive no cérebro. Na reportagem que inicia essa postagem cita um estudo onde 60% dos cérebros de mulheres analisadas apresentam células masculinas (provenientes quando estavam grávidas de meninos). Essa análise é mais fácil de ser feita graças a diferença no cromossomo sexual: mulheres possuem apenas cromossomos X em sua constituição genética; homens, por sua vez, possuem um cromossomo X mas possuem também um cromossomo Y. E encontrar cromossomo Y em tecidos femininos é uma grande evidência dessa troca de células entre feto e mãe.

Veja na íntegra o texto de Robert Martone na Scientific American Brasil sobre o assunto, clicando aqui. Lá o autor conta sobre esse quimerismo e até mesmo a prevenção de algumas doenças. Vale a penas ler.

Com informações de Scientific American Brasil. Imagem por ~HeidiJS em seu deviantART.

Nenhum comentário:

Postar um comentário