E o Windows 7?

Finalmente parece que a Microsoft está acertando (com algumas mancadas para nós brasileiros (explicarei abaixo)) com o lançamento do fabuloso Windows 7.

O grande lançamento do Windows XP em outubro de 2001 causou alvoroço entre as pessoas. Com uma cara totalmente diferente em relação aos Windows anteriores ele visava a interatividade e uma certa beleza (se é que todo mundo se cansa daquela barra azul depois de um certo tempo). O sucesso dele foi maior quando saiu o Service Pack 2 (que muitos consideram uma espécie de novo sistema operacional pois corriu inúmeros bugs e deu novas funcionalidades ao sistema).

windows-2000  
Interface do Microsoft Windows 2000 Professional (as versões 95 e 98 são muito parecidas com o da imagem).

xp 
Interface do Windows XP Professional. A diferença é nítida.

Depois de um certo tempo foi lançado em janeiro de 2007 o moderníssimo Windows Vista. Com uma cara muito mais trabalhada e moderna o sistema ao mesmo tempo conquistou corações e foi odiado. Os defensores do tio Bill garantiam que o sistema era mais seguro, mais bonito, contava com recursos mais modernos e atraentes (que era exatamente isso). Já os que não gostaram do sistema diziam que ele era pesado, exigia placa de vídeo para que os efeitos de transparência (Aero) e 3D (Flip) fossem possíveis (também estavam certos).

winvista_rtm_5_01  
Interface do Windows Vista Ultimate. Muito mais bonita.

Eu acho que a Redmond (pseudônimo para a Microsoft pois a sede mundial da empresa fica em Redmond, Washington) percebeu que todo mundo estava com a razão e pouco tempo depois estava anunciando a mais nova versão do sistema operacional: o Windows 7.

Em maio de 2009 a Microsoft disponibilizou para download em seu site a versão RC (Release Candidate, ou canditado para liberação) do Windows 7. Eu mesmo estou usando ele no meu sistema. A versão RTM (Release To Manufactured, ou liberado para venda) saiu já em agosto com os diversos bugs corrigidos. No dia 22 de outubro vai ocorrer o lançamento dele.

imagem_windows7_rtm01 
Interface do Windows 7 Ultimate. O efeito Aero está desativado nessa imagem. Note as mudanças na própria barra e até em uma das ferramentas menos alteradas do Windows, a calculadora.

Uma das novidades desse sistema é que será permitido virtualizar qualquer outro sistema do Windows nele. Inclusive um XP. Por que eu disse Xp e não Vista. Simples. Mesmo com o lançamento do Vista, muitas pessoas ainda continuaram (e continuam) usando o XP por ser mais leve e muitos aplicativos rodarem nele e não no Vista.

O Windows 7 consome menos memória que o Windows Vista, embora o novo sistema precise de mais processamento.

Ela acertou ao fato de ainda deixar um sistema bonito e atraente, com novas funcionalidades e moderno (suporte total a telas sensíveis ao toque) e ao mesmo tempo cuidar para que atraia mais gente com uma máquina mais simples.

Eu estou usando a versão RC e estou gostando. Estou muito interessado em comprar essa versão quando sair no próximo mês. Rápido, estável, bonito e cheio de coisas interessantes. Parece que a Microsoft acertou dessa vez…

E os brasileiros: bom, como eu disse, a Microsoft quer ferrar os brasileiros mesmo. Sempre quando tem uma coisa nova deles sempre lança em todos os países importantes menos aqui. Um exemplo, estávamos esperando que o Windows 7 viesse para nós brasileiros com o Anytime Upgrade. Você está rodando uma versão mais simples do sistema e quer atualizar por uma mais completa do mesmo bastando pagar um valor muito mais baixo do que comprando um zero bala. Não terá isso para nós. Ou você se contenta com o seu sistema menos completo ou paga mais caro para ter um mais completo. A Microsoft estará abrindo suas lojas físicas para comprar produtos dela (já existe a loja virtual deles (que não tem em português)) em diversas partes do mundo, menos no Brasil! É desanimador, você não acha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário