Os efeitos das mensagem subliminares…

abbeyroad  
O disco Abbey Road, do The Beatles. O último álbum gravado pelos quatro de Liverpool é um dos clássicos apontados por mostrar supostas mensagens subliminares de que Paul estaria morto (Paul is dead). A placa do fusca ou Paul estar descalço e com as pernas opostas aos dos demais, entre outras coisas.

Creio que todas as pessoas já ouviram falar de mensagens subliminuares e na internet fervilha imagens, textos e áudios sobre a invasão das mensagens subliminares na vida das pessoas.

Um estudo recente mostrou que mensagens subliminares negativas são mais eficientes que as positivas. A pesquisa comandada pela cientista Nilli Lavie da University College e publicada na revista científica Emotion mostrou que os participantes conseguiram categorizar com 66% de acerto as palavras negativas contra 50% das positivas.

As palavras apareciam na tela do computador em uma velocidade muito rápida sendo impossível para o cérebro consciente processá-las. De acordo com os especialistas o cérebro subconsciente percebe essas alterações e as usa posteriormente para tomar decisões sobre comportamento do indivíduo.

Os pesquisadores acreditam que perceber melhor o negativismo pode estar ligado a evolução. Ajudar a evitar o perigo é essencial para a sobrevivência.

O pesquisa deu a sugestão de ao invés colocar no slogan a frase: “Diminua a sua velocidade” colocar a frase “Mate a sua velocidade”, o slogan chamaria mais a atenção.

Mas alguns pesquisadores acreditam que no dia-a-dia essas mensagens pouco alterariam nossa percepção e reação ao mundo.

Bom, creio que muita pesquisa tem que ser feita ainda sobre o assunto para dar um parecer mais favorável a um ou a outro. Quando eu li a matéria me lembrei de um documentário muito bom feito pela própria BBC alguns anos e que está em exibição na TV Escola toda quarta à noite. A série Como a Arte Fez o Mundo é apresentado pelo professor de Oxford Nigel Spivey. Com uma linguagem simples e com imagens impressionantes no último episódio da série ele trata sobre a importância da arte para os humanos em relação à morte.

No episódio, ele conta uma pesquisa feita em que um grupo declarado de democratas (partido político americano) e republicanos (idem) recebiam cada um uma porção de molho de pimenta e teriam que medir a quantidade que dariam aos adversários. Numa situação normal eles deram uma quantidade relativamente baixa (não me lembro a quantidade média). Depois disso eles foram submetidos a palavras subliminares que passavam entre uma palavra e outra. As palavras subliminares eram palavras relacionadas à morte e a tristeza.

Depois disso, eles receberam mais uma porção de molho de pimenrta e teriam que fazer o mesmo processo que fizeram antes de serem expostos ao jogo de palavra. A quantidade de molho de pimenta dada ao adversário mais que dobrou. A pesquisa mostrou que o uso de mensagens subliminares de fato pode alterar o comportamento das pessoas conscientemente.

Eu pesquisei o vídeo na internet mas não encontrei… achei uma chamada da TV Escola sobre o documentário. Nessa quarta-feira (30) o último episódio do documentário falando sobre a morte (e mostrando a pesquisa que citei acima) será exibido às 23 horas. É meio noite para assistir mas eu recomendo.

Como a Arte Fez o Mundo está disponível em DVD para compra e por torrent em sites que publicam tal conteúdo.


Chamada de TV da série Como a Arte Fez o Mundo.


Fonte: BBC Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário