Árvore da Vida

tree

Se alguém pesquisar o título do post no buscador do blog vai descobrir que é a terceira vez que eu o uso. Mas não dá para não relacionar toda a vida na Terra. Toda a forma de vida compartilha as mesmas letras que fornecem toda a informação para o construir e se reproduzir. Quando Darwin fez sua primeira árvore da vida não existia Biologia Molecular e muito sabia da existência do próprio DNA. Contudo, ele sabia que cada espécie, independente de qual fosse, estava relacionada com outra em maior ou menor grau. Hoje sabemos, por exemplo, que o ser humano tem um grau de parentesco muito grande com o chimpanzé, e que temos quase o mesmo grau de parentesco com um rato ou um coelho, embora menor. E sabemos que o rato e o coelho são mais aparentados do que eles conosco.

David Hillis, da Universidade do Texas montou essa “árvore” com mais de três mil espécies de diversos reinos. Você pode baixar o arquivo (em .pdf) e tentar ler os nomes científico das espécies em questão (sabe a borda grossa desse círculo? São nomes…) Se você quiser, pode imprimir (se é que precisaria de uma papel bem grande (grande mesmo) para poder imprimir algo legível). E sim, estamos representados. Um pouco abaixo da palavra ‘Animals’ no canto superior esquerdo você vê um ‘You are here’.

Achei essa árvore muito interessante por englobar muitas espécies e mostrar a relação de parentesco entre todas elas. E pensar que todas elas, e tantos outros milhões vieram de uma única célula à 3,7 bilhões de anos atrás… eu acho isso incrível!

Vi pelo excelente Richard Dawkins em O Maior Espetáculo da Terra (Companhia das Letras, 2009). Imagem e arquivo para baixar disponível aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário