Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

Calendário Cósmico 22

Imagem
31 de Dezembro 23:49:38 - O Homem de Neandertal Equivalente ao tempo real: 300 mil anos atrás
Em nosso Calendário Cósmico, vemos que um grupo de Homo saíra da África e colonizara a Europa. As diferenças climáticas que a Europa estava vivenciando forçaram esse grupo hominídeo a se adaptar a essas condições. O Homo neanderthalensis intriga os cientistas que os estudam pois apontam características deveras interessantes: o crânio desses seres era relativamente mais volumoso que o humano moderno, além de serem mais robustos e mais bem adaptados ao ambiente frio da Europa. Seu hábito de vida parecia envolver algum tipo de cultura, embora não saibamos com exatidão o que era. Tinham, por exemplo, o hábito de enterrar os mortos. Pode ser, talvez, que tivessem algum princípio de culto aos mortos, acreditando que eles eram dotados de algo (alma) e que deveriam cuidar para que morto recebesse a atenção desejada "no outro lado"; mas pode ser, também, um meio de evitar chamar a atenção de p…

Calendário Cósmico 21

Imagem
31 de Dezembro
22:39:10 - Australopithecus sp.
Equivalente ao tempo real: 3,7 milhões de anos atrás.

No Calendário Cósmico, as coisas começam a ficar mais interessante para nós, humanos. Percebeu que faltam pouco mais de uma hora e a espécie humana ainda nem apareceu para contar as boas novas? Mas fique tranquilo, daqui a alguns minutos ela aparece, tudo bem? Bom, enquanto isso, na África um novo gênero surgia: o Australopithecus que significa "macaco do sul", já que alguns indivíduos foram encontrados na África do Sul. São conhecidos seis espécies mas, o mais famoso dentre estes é o Australopithecus afarensis, onde um dos fósseis escavados recebeu o carinhosos apelido de Lucy, remetendo a famosa música dos The Beatles, "Lucy in the Sky with Diamonds". Os fósseis dessa espécie são um dos mais estudados dentro do gênero. Acredita-se atualmente que Australopithecus seja descendente dos Ardipithecus e que seja ancestral do gênero Homo.
22:44:24 - Homo habilis Equivalente …

Calendário Cósmico 20

Imagem
31 de Dezembro
21:26:18 - Ardipithecus sp.
Equivalente ao tempo real: 5,6 milhões de anos atrás.

Entre os fósseis mais antigos dos hominídeos, estão os de Orrorin tugenensis. Acredita-se que essa espécie é o ancestral direto do gênero Ardipithecus que, no Calendário Cósmico, davam as caras nas florestas africanas. São reconhecidas duas espécies, a A. ramidus e A. kadabba. Acredita-se que essa espécie também era bípede e possuia o tamanho aproximado de um gorila atual. São ancestrais de uma importante espécie para a paleontologia e também de nossa história evolutiva.
Com imagem por Wikipedia.

Calendário Cósmico 19

Imagem
31 de Dezembro
20:32:36 - O mais antigo hominídeo: Sahelanthropus tchadensis
Equivalente ao tempo real: 7 milhões de anos atrás.

Eu sei, eu sei: plena virada de ano e eu aqui, postando textos sobre a História do Universo e tudo mais. Mas não posso fazer nada já que, no Calendário Cósmico, muito dos eventos que a nós interessam acontecem nessas últimas horas do dia 31 de Dezembro. Lembre-se que o Calendário Cósmico considera toda o tempo de existência do Universo como tendo mero um ano. Pois bem, nessa época, o mais antigo ancestral hominídeo dava as caras na paisagem africana.
Embora alguns cientistas achem que os fósseis encontrados sejam apenas de uma espécie antiga de gorila, muitos acreditam que ela representa o ancestral que se separou, há sete milhões de anos, do grupo atual de macacos para as espécies que dariam origem a nós, humanos. Acredita-se que esse animal já possuia hábitos bípedes, ou seja, podia andar apenas com os membros posteriores. Vale ressaltar que, entretanto, ess…

Calendário Cósmico 18

Imagem
30 de Dezembro
20:15:01 - Primeiros primatas...
Equivalente ao tempo real: 50 milhões de anos atrás.

Embora existam divergências nas datas (alguns autores mostram períodos de cerca de 100 milhões de anos, outros, 60 milhões de anos), é bem certo que, nessa data no Calendário Cósmico os primatas já estavam bem adaptados ao ambiente de floresta. A partir desse ponto, essa série de posts irá se detalhar aos eventos que ocorrem com esse grupo de mamíferos. Uma das características desse interessantíssimo grupo é a presença de um dedo opositor (nas mãos ou nos pés, dependendo da espécie). Com isso "em mãos" (não pude evitar o trocadilho), esses animais poderiam manipular com maior destreza os galhos e ter mais firmeza na hora de saltar entre as árvores.
Possivelmente, para saltar por entre as árvores, esses animais precisariam de um estrutura cerebral maior, apta em conseguir processar as informações que os sentidos recebem e mandar respostas para os músculos para realizarem determi…

Calendário Cósmico 17

Imagem
30 de Dezembro
07:27:48 - O fim de uma grande Era...
Equivalente ao tempo real: 65 milhões de anos atrás.

Não é a maior catástrofe da Terra mas é uma das mais conhecidas: o evento que fez os dinossauros sumirem de vez no planeta[1]. É conhecidíssima a teoria de que um grande meteoro chocou-se contra a Terra nesse período e fez com que todos os dinossauros se extinguissem. Entretanto, uma análise mais detalhada mostra que isso pode não ser muito bem a resposta definitiva.
Ninguém nega que, de fato, nesta data no Calendário Cósmico, um bólido de aproximadamente dez quilômetros de diâmetro caiu na atual região de Yucatán, no México. Ela, sozinha, não ajuda a explicar por que apenas os dinossauros morreram. Eventos assim possivelmente contaminaram as águas com substâncias pesadas e tóxicas e, anfíbios, muito sensíveis a isso, deveriam ter morrido também. Mas o registro fóssil não mostra essa queda substancial desses seres nesse período. Possivelmente esse meteoro tenha destruído com a maior…

Calendário Cósmico 16

Imagem
28 de Dezembro
01:07:21 - Aves e primeiras angiospermas...
Equivalente ao tempo real: 150 milhões de anos atrás.

As gimnospermas, até o momento, estavam presentes em todas as florestas do Mezosoico. Mas um novo grupo de plantas começou a dar as caras. No Calendáro Cósmico, as primeiras angiospermas aparecem! Muitas sinapomorfias são nítidas dentro desse grupo: o desenvolvimento da flor e do fruto, onde a semente se encontra.
As gminospermas, para se reproduzirem, se utilizam basicamente dos meios físicos disponíveis: o vento e a água. Para ser bem sucedido, essas plantas produzem uma grande quantidade de gametas onde eles serão dispersos para o ambiente e, ocasionalmente, atingir os gametas femininos de outra planta que pode estar a alguns poucos metros ou vários quilômetros de distância. É um gasto energético grande para pouco resultado. As angiospermas, por sua vez, começou a se utilizar de agentes que já existiam na natureza há muito tempo ou que haviam surgido poucos milhões de anos…

Calendário Cósmico 15

Imagem
26 de Dezembro
17:09:24 - Mamíferos e gimnospermas...
Equivalente ao tempo real: 200 milhões de anos atrás

No Calendário Cósmico, estamos saindo do período Triássico e entrando no famoso período Jurássico da era Mesozoica. Alguns milhões de anos antes desse período um grupo de répteis começaram a portar algumas características que os começavam a diferenciar dos demais répteis. Esses "répteis semelhantes aos mamíferos" possivelmente não tinham desenvolvido algumas sinapomorfias[1] dos atuais mamíferos, como produção de leite ou até mesmo pelos, entretanto outras características começavam a despontar como uma melhora na estrutura mandibular para a mastigação e desenvolvimento de membros de forma a se deslocarem para a frente (ao contrário da maioria dos répteis que para ir para frente precisam mover o corpo lateralmente). Os primeiros mamíferos tinham hábitos noturnos e eram animais endotérmicos, ou seja, mantinham o corpo quente mesmo à noite. Com isso, esses animais se viravam…

Calendário Cósmico 14

Imagem
25 de Dezembro
09:11:28 - Lagartos terríveis...
Equivalente ao tempo real: 250 milhões de anos atrás

No Calendário Cósmico, estamos saindo da Extinção Permo-Triássica, que marca o fim da Era Paleozoica e o início da Era Mesozoica, onde acredita-se que mais de 90% da vida na Terra tenha evaporado. Diversas hipóteses são levantadas sobre esse grande evento. Dos poucos sobreviventes, eles encontraram um ambiente totalmente remodelado, apto por novas espécies. Richard Owen, em 1842, os denominou como sendo lagartos terríveis visto que a grande maioria de seus representantes serem de grande porte. Talvez você conheça esses animais pelo seu nome muitíssimo mais famoso: dinossauros.
Os dinossauros realmente mexem com nosso imaginário. Steven Spielberg com certeza encantou os jovens da época quando lançou o filme Jurassic Park (para mim apenas o primeiro filme foi o melhor de todos). Outro sucesso foi o Land of the Lost (O Elo Perdido), série de TV dos anos 70 onde a família Marshall é pega por…

Deseje um Feliz Natal sem medo!

Imagem
"Duvido que você não se enquadre em pelo menos uma (senão em todas) as seguintes categorias, já que pesquisas indicam que existem sete principais atividades e experiências natalinas: 1) Passar tempo com a família; 2) Participar de atividades religiosas; 3) Manter tradições da época; 4) Gastar dinheiro com as pessoas comprando presentes; 5) Receber presentes das pessoas; 6) Ajudar os necessitados; 7) Desfrutar os prazeres da época, como as comidas típicas. Bateu?"
Embora eu não seja religioso, gosto de compartilhar com meus amigos e parentes um Feliz Natal. Esperar a virada do dia 24 para o 25 de Dezembro para desejar um Feliz Natal e haver a troca de presentes (sem contar a ceia - simples, mas gostosa - reunindo os familiares à mesa). Daniel de Barros nos conta rapidamente que, independente se a pessoa se considera um ateu ou religioso, o encontro com os familiares faz bem! Clique aquipara ler o artigo.
E, finalizando, desejo um Feliz Natal para todos e um excelente 2012!
Co…

Calendário Cósmico 13

Imagem
21 de Dezembro
09:17:48 - Respirando ar...
Equivalente ao tempo real: cerca de 400 milhões de anos atrás.

Estamos, no Calendário Cósmico, no período Devoniano da Era Paleozoica. Nesse período as plantas já haviam conquistado o ambiente terrestre. O ambiente estava sendo, aos poucos, dominados por enormes florestas compostas, sobretudo, de espécies parecidas com as samambaias atuais. Já no ambiente aquático, daremos destaque a um grupo de animais vertebrados bem interessantes.
Os peixes são vertebrados bastante antigos na Terra. O período Devoniano é conhecido como a 'Época do Peixes' pois as mais diferentes ordens existentes surgiram e se encontraram. Algumas sobreviveram e estão até hoje para contar a história e muitos extinguiram. Os peixes possuem uma estrutura interessante chamada bexiga natatória. Com ela, o peixe pode subir ou descer pela coluna d'água. Quando a bexiga natatória está cheia de ar, o animal perde peso[1] e ele sobe. Quando ele esvazia essa bexiga, ele fi…

Cadê a estrela de Belém?

Imagem
"O fato de a "estrela" ser um fenômeno não-identificado até hoje faz com que encontrar especulações sobre sua natureza, nesta época do ano, seja um fenômeno tão previsível, no jornalismo de divulgação científica, quanto receitas de peru e dicas sobre frutas secas, nos cadernos de gastronomia. Em seu livro The Nativity, o historiador Geza Vermes menciona três candidatos mais frequentes: uma supernova (hipótese explorada magistralmente por Arthur C. Clarke em um de seus mais potentes contos), o cometa de Halley ou uma conjunção planetária especial."
Muito se fala - principalmente nessa época - sobre a famosa estrela de Belém, que teria guiado os três reis magos até o singelo local onde Jesus Cristo teria nascido. Nesse texto, Carlos Orsi nos conta um pouco sobre essa tal estrela e alguns relatos da literatura e da astronomia. Clique aqui para ver. Vale a pena ler!
Com imagem por *Sortvind em seu deviantART. Trecho acima retirado do blog de Carlos Orsi.

Calendário Cósmico 12

Imagem
18 de Dezembro
17:21:53 - Invertebrados dominam e os primeiros vertebrados
Equivalente ao tempo real: 500 milhões de anos atrás.

Aqui, nesse estágio do Calendário Cósmico, os invertebrados dominam as águas da Era Paleozoica inferior. A natureza foi "muito criativa" em algumas espécies tão exóticas que é até difícil concebê-las em nosso imaginário. Com certeza, a Hallucigenia sparsa sequer passaria na cabeça dos melhores escritores de ficção científica. Diversos filos surgiram e extinguiram nesse período. Um dos grupos que surgiram, possivelmente ancestrais de um pequeno ser vermiforme segmentado com um tubinho no meio[1], conhecido atualmente como Pikaia, começaram a desenvolver estruturas internas rígidas que circundavam e protegiam a medula espinhal: as vértebras. Além delas, os primeiros ossos começavam a ganhar forma nos primitivos peixes.
Quando falamos nos vertebrados, a estrutura óssea é a primeira coisa que vem em nossa cabeça. Mas, qual seria a vantagem de ter ossos? …

Calendário Cósmico 11

Imagem
17 de Dezembro
09:23:00 - Uma explosão de vida...
Equivalente ao tempo real: 550 milhões de anos atrás

No calendário cósmico, nesse período começa a aparecer uma grande diversidade de vida. Organismos tão exóticos que ficaram marcados para sempre na rocha onde foram encontrados. Mas também nesse período que a história da vida atual começou a ser escrita. Os padrões corpóreos e o modo de vida dos organismos começou a ser traçado a partir da conhecida Explosão do Cambriano.
É claro que isso não quer dizer que não existiam organismos complexos antes desse período. Acontece que, possivelmente, esses seres não tinham nenhuma carapaça, concha ou qualquer outra estrutura que pudesse se fossilizar. A abundância de fósseis em alguns locais é tão grande que Charles Darwin, na época, ficou preocupado pois esse aparecimento repentino de vida batia de frente com a ideia da Evolução, que geralmente mostra o contrário. Temos bons materiais desse período vindas principalmente de Burgess Shale, no oeste…

Calendário Cósmico 10

Imagem
08 de Dezembro
01:39:01 - As primeiras esponjas...
Equivalente ao tempo real: 900 milhões de anos atrás

As esponjas são os mais primitivos e mais simples animais que existem atualmente. Seu desenvolvimento embrionário termina até o segundo estágio, na blástula. Com isso não há a formação dos folhetos embrionários (ectoderme, mesoderme e endoderme) e nem a formação de tecidos verdadeiros. Podemos dizer que a esponja é um aglomerado de células iguais (mesmo DNA) onde existe algum nível de diferenciação nas funções para manter o organismo como um todo funcionando.
Organismos multicelulares possuem a vantagem de que cada célula desempenhe uma função diferente e, assim, otimize as ações do organismo. Isso se mostrou como uma imensa vantagem adaptativa pois permitiu um maior domínio dos ambientes existentes.
Com imagem por ~strangeness-x em seu deviantART.