Cosmos: uma nova odisseia de conhecimento


Infelizmente não vivi na mesma época que o grande divulgador de ciências Carl Sagan, embora tivesse sete anos quando ele deu seu último suspiro. Mas, felizmente, com o apoio da tecnologia, seu legado permaneceu entre nós.

A obra mais conhecida do público foi, com certeza, Cosmos: uma viagem pessoal. O documentário de 13 episódios foi baseado no livro de mesmo nome. Sua viagem, pelo espaço e pelo tempo, nos conta sobre os grandes avanços do conhecimento feitos por homens e mulheres ao longo dos séculos de observação e experimentação e, o que se sabia sobre o nosso planeta e sistema solar na época em que foi feito, no final da década de 70 e exibido para milhões de pessoas a partir da década de 80.

Sagan deixou para trás, para nossa grande sorte, sementes que ainda dispersam conhecimento científico. Embora seja difícil ter alguém que ultrapasse Sagan no quesito simpatia e amor ao divulgar ciência, existem cientistas que olham para a ciência não como um mero exercício mental ou atividade laboratorial. A ciência é vista como um meio de respeito profundo e passível de admiração da natureza. Um desses caras que são assim é o astrônomo Neil deGrasse Tyson.

Neil deGrasse Tyson,
um cientista divertido.
Tyson é conhecido no meio científico por ser um grande divulgador da ciência, além de ser um pouco brincalhão (já apareceu no seriado The Big Bang Theory e até virou mene na internet[1]). Devido ao seu carisma com o público, Tyson foi chamado para apresentar a nova versão da obra de Sagan: Cosmos, a spacetime odissey (Cosmos, uma odisseia no espaço-tempo).

Com previsão para sair no ano que vem (em 2014, mas sem data precisa definida ainda), Cosmos encantou a mim e a diversas pessoas que tenho pelas redes sociais. Se você já assistiu a série Cosmos original, peço-lhe encarecidamente que aumente o volume, coloque o vídeo na maior resolução possível e deixe em tela cheia... e aproveite o trailer de pouco mais de três minutos, com referências à série original e imagens de tirar o fôlego[2]!


Já divulguei, um tempo atrás, uma playlist com todos os episódios de Cosmos. Para você que não assistiu ainda ou já assistiu mas quer matar a saudades, assista e se prepare para a nova série, que promete!

Informações extras:
[1]: sim, descobri recentemente que existem, além dos memes (que são as conhecidas figurinhas da internet) os menes. São imagens com humor que visam algum propósito, como uma crítica ou deboche. Essa imagem dele, por exemplo, encontrei em um lugar com os seguintes dizeres "Quer dizer que você acha a evolução uma mera teoria? Diga-me mais sobre como é não acreditar na gravidade". Eu achei engraçado.

[2]: sim, achei a nave espacial dele muito maneira!

Imagem: divulgação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário