Do nano ao macro, literalmente...


É muito interessante a ajuda que a tecnologia nos dá para entender vários conceitos da Ciência. A internet é um ótimo meio de divulgar conhecimento pois podemos agregar não apenas texto mas imagens, sons e vídeo.

Todos que lembram da escola e aqueles que ainda mexem com isso sabe que é uma benção usar notação científica. Tentar expressar por exemplo que a carga elétrica do elétron é -1,6.10-19 coulomb é muito mais fácil do que escrever 0,00000000000000000016 coulomb. Entendeu? Em suma, para cada zero acrescentado, tanto para direita como para a esquerda é aumentado um número na base 10. Você pode expressar o número 100 como sendo 1.102. O mesmo podemos fazer para 0,01. Em notação científica ficaria 1.10-2. Os cientistas frequentemente usam seus dados em notação científica já que expressam valores altos em seus experimentos e descobertas.

Em 1968 foi lançado um curta de um documentário mostrando a escala de grandeza partindo no nosso conhecido metro e indo até os confins do Universo e depois retornando e adentrando dentro da célula. O conhecido Power of Ten é um dos clássicos nesse tipo de filmagem. Em 1998 ele foi selecionado como uma relíquia a ser conservada pela Biblioteca do Congresso dos EUA. Vale a pena ver o vídeo.


Em 1996 foi feito um filme IMAX* dando uma espécie de update na qualidade gráfica e de informação. O curta Cosmic Voyage também agrada os olhos com uma excelentes imagens (gostaria de saber como era ver esse vídeo numa telona).


E para finalizar, um vídeo que eu postei algum tempo atrás aqui no blog mostrando algo parecido, mas dessa vez saindo do planeta Terra e incluindo informações de satélites e até onde nossas transmissões de rádio alcançam no espaço. Essas escalas de distância são difíceis de serem assimiladas pois tratam de dimensões muito grande ou muito pequenas para nós assimilarmos mas nos dá uma breve noção do ponto que ocupamos no Universo...

* IMAX é uma tecnologia que exibe filmes no cinema em qualidade superior. As telas desses filmes possuem em média 22 x 16 metros. Existem salas de exibição IMAX no Brasil em São Paulo e Curitiba. Veja mais sobre aqui.

Com imagem por ~Yuline em seu deviantART. Com informações de Wikipédia.

Um comentário:

  1. Esse literalmente você pegou meu, certeza!!

    ResponderExcluir