9 Meses - post 6

Carlos adora lasanha. Mal sabe em que Ana pode transformá-lo para explicar embriologia ao seu marido.

Vínculo
Ana observa. Fez uma leve cara feia para o que viu. Fica sentada por alguns segundos antes de vestir novamente. Sabia que já passara 28 dias desde sua última menstruação. Embora seu ciclo sempre ficasse entre 28 e 30 dias ela, prevenida como toda mulher, estava usando absorventes íntimos desde o dia anterior.

Estava perto da hora do almoço e Carlos estava para chegar. Nesse sábado Ana resolveu cozinhar o tempo e demorou para sair da cama. Voltara ao trabalho na segunda-feira e seu corpo ainda não havia acostumado com o acordar cedo e o trampo na empresa de Biotecnologia onde trabalhava. Foi acordada lá pelas dez da manhã com um telefonema de Carlos dizendo que estava afim de comer no restaurante que ficava perto do trabalho dele. "Eles devem ter feito 'aquela' lasanha e ele sentiu o cheiro de onde trabalha", disse para si mesma logo depois de desligar o telefone.

Na hora do almoço, Carlos estava esperando por Ana no restaurante. Durante o almoço, Ana comenta que sua menstruação ainda não tinha chegado.

-- É mesmo querida? Mas pode estar atrasada, não é?

-- Também acho... ainda mais que meu ciclo nunca foi certinho. Ele vive mudando.

-- Aham - disse concordando com a cabeça - amor, a mulher ovula quantos dias antes da menstruação?

-- Na maioria dos casos, 14 dias antes. Por quê?

-- Se a mulher ficar grávida, o que era para estar acontecendo no dia que era para ela menstruar?

-- Hum... deixe-me pensar - Ana fica pensando em um jeito de explicar ao marido o que estaria acontecendo quando uma ideia vem em sua mente - Carlos, espere um pouco... - ela sai com seu prato da mesa. Segundos depois ela volta com um pedaço de lasanha e uma almondega com um pouco de molho no prato. O marido, pronto para atacar um pedaço da comida, é impedido por Ana.

-- Espera, depois você come... eu vou usar isso aqui para explicar para você o que tinha me perguntado.

-- Hã? Mas com um pedaço de lasanha e uma almondega?

-- Sim, sim... confie em mim. Preste atenção. - e mexendo os alimentos com o garfo, começou - imagine que a almondega é o embrião, certo? A superfície da lasanha será o lado interno do útero, tudo bem? - o marido concordava com aquilo com expressão de achar que sua mulher definitivamente havia ficado doida - Pois bem, o embrião chega ao útero como sendo uma bolinha de células. Podemos ver nitidamente três porções bem definidas: as células do lado de fora recebem o nome de trofoblasto e um punhado no lado de dentro, de embrioblasto. Há, ainda, um espaço cheio de líquido chamado de cavidade do blastocisto, já que essa bolinha é chamada de blastocisto[1] - disse, apontando para a almondega.

-- Pois bem - disse, empurrando a almondega sobre a lasanha - quando o blastocisto chega ao útero, a primeira coisa que ela faz é encontrar uma região onde ele possa se fixar. Achando um lugar, as células do trofoblasto que estão em contato com o útero começam a sofrer mitoses continuamente (ou seja, se multiplicam). O diferencial dessas novas células é que elas não apresentam uma membrana que as separe. Ou seja, temos, na verdade, uma massa de uma grande célula com vários núcleos. Na biologia, chamamos isso de sincicio. Como essas células vieram do trofoblasto, as chamamos de sinciciotrofoblasto. Vou representar esse sinciciotrofoblasto com o molho - disse, pegando rapidamente a almondega com o garfo e jogando um pouco de molho com uma colher entre a lasanha e a almondega - as células que não estão em contato com o útero ou não viraram uma massa única de células, denominam-se citotrofoblasto.

-- Esse 'sincicioalgumacoisa' vai ancorar o futuro bebê na barriga da mãe como um lustre?

-- Não, esse molho aqui na realidade irá entrar no endométrio da mãe, ganhando espaço por entre as células dela. Ele vai se fixando e adentrando completamente dentro do útero da mãe - nisso ela faz um buraco na lasanha, joga um pouco de molho dentro e mergulha a almondega - ele faz isso pois é preciso que ele tenha um meio de ganhar nutrientes que proveem da mãe. A medida que esse sinciciotrofoblasto vai adentrando no endométrio do útero, ele vai encontrando vasos sanguíneos e glândulas e isso vai permitir que o futuro bebê tenha um meio para receber nutrientes e trocar gases.

-- Interessante, ele fica praticamente dentro do corpo da mãe.

-- Exatamente. Muitas pessoas pensam que ele fica solto dentro do útero da mãe, sendo preso apenas pelo cordão umbilical, mas na verdade ele fica intimamente ligado á mãe, já que ele se desenvolve dentro do endométrio.

-- E demora muito tempo para que ele fica completamente dentro desse endométrio?

-- Não, cerca de 10 dias depois da fecundação, essa bolinha de células já está complemente dentro do endométrio, com o sinciciotrofoblasto totalmente ao seu redor - nisso, ela aumenta um buraco que tinha feito na lasanha, coloca mais molho e joga a almondega dentro, que é coberto complemente pelo molho. Nisso, ela pega um pouco da lasanha que ela havia cortado e cobre o buraco, indicando, logo em seguida, que o útero ajuda na fixação do embrião, fechando o local onde ele havia se implantado.

-- Nossa... - disse o marido se inclinando para trás.

-- Além disso, o citotrofoblasto cria projeções de células em alguns pontos que servem para aumentar a área de contato entre o cito e o sinciciotrofoblasto. Essas projeções são chamadas de vilosidades coriônicas primárias.

-- Caramba, e tudo isso acontece apenas do lado de fora dessa bola de células?

-- Exatamente... no lado de dentro acontece muito mais coisas interessantes. Mas isso eu explico mais tarde para você, tudo bem? Aí eu te mostro algumas ilustrações pra te ajudar...

-- Ah, melhor...

-- Bom, agora você quer a lasanha com uma almondega de brinde? - perguntou empurrando o prato em direção de Carlos.

-- Ana, você sabia que eu adorava lasanha... eu ADORAVA lasanha... - disse, se lamentando ao ver seu prato favorito ter sido alvo de uma aula de embriologia.

Informações adicionais:
[1]: veja as etapas que levam a formação dessas estruturas no post anterior da série.

Com imagem por ~Nightblue-art em seu deviantART.

Nenhum comentário:

Postar um comentário