9 Meses - post 11

Ana sabia que isso iria acontecer cedo ou tarde.

Nada bem...
Algumas pessoas são empurradas pelos lados do corredor. Nenhum pedido de desculpas é ouvido no momento. Correria. A porta é aberta rapidamente e, no mesmo instante, é fechada e trancada. A tampa é aberta e, prostrando-se, permite que ele saia.

Uma colega de Ana bate na porta do banheiro perguntando se está tudo bem. Ela ouve apenas um murmúrio dizendo que sim e que logo sairia. Ana sabia que isso poderia acontecer cedo ou tarde. Mas não pensava que seria tão breve. Ana despertara bem naquela manhã e não suspeitou que, passado alguns minutos na empresa, estaria ajoelhada diante do vaso sanitário jogando para fora seu café-da-manhã.

Depois de se limpar, ela saiu do banheiro com a colega de trabalho a olhando aflita.

-- Calma Sônia, calma... eu apenas vomitei... - disse, fechando a porta arás de si.

-- Eu sei, mas é que você saiu atropelando todo mundo aqui do laboratório.

-- Ai, vou pedir desculpas para o pessoal. É que realmente não dava para segurar por muito tempo.

-- Eu sei querida. Lembre que tenho dois filhos.

-- É, eu sei... - disso, dando um leve sorriso, ainda sentido o esôfago 'queimado' pela êmese. Minutos depois, estava novamente trabalhando ao lado de sua colega de trabalho que tagarelava sobre cada enjoo que sentira em cada gravidez.

* * *

-- Caramba, amor. Mas você está bem, né? - perguntou Carlos, quando ambos já estavam se preparando para dormir.

-- Estou sim... não se preocupe, a maioria das mulheres tem algum sintoma de enjoo, principalmente durante o início da gravidez.

-- Mas por que vocês sofrem com isso?

-- Não se sabe ao certo exatamente mas acredita-se que os hormônios sejam os principais responsáveis. Foi associado que a progesterona, que a mulher está produzindo para manter o endométrio espesso, lembra-se dele?[1] - o marido concorda com a cabeça, recordando da conversa que teve com Ana - Então, foi associado que ele diminui o movimento do peristaltismo, que é o movimento que os músculos realizam empurrando a comida dentro do trato digestivo.

-- Hum, a comida acaba passando mais tempo do que o necessário dentro do corpo.

-- Isso... entretanto não sabe ao certo se ele seria o responsável. Acredita-se que o hCG, o hormônio que o embrião produz também seja responsável por isso. Acontece que estudos não chegaram a conclusões muito animadoras. Haviam muitas mulheres com fortes enjoos e outras que não sentiam nada e ambas apresentavam a mesma concentração do hormônio no corpo.

-- Hum... - disse o marido pensativo - tomara que não tenha mais nada, né amor?

-- Sim... - disse Ana, beijando o marido.

Na madrugada, Carlos só viu a silhueta de Ana disparando em direção ao banheiro. Em um longo suspiro para acordar, ele levantou para afagar a mulher quando saísse do banheiro.

Informações extras:
[1]: no primeiro post da série é explicado a associação entre a progesterona e o espessamento endometrial.

Com imagem por ~SansContrefacon em seu deviantART.

Nenhum comentário:

Postar um comentário